catracalivre

 

É importante aqui ressaltar que nem dá para considerar como jornalismo o que o Catraca Livre fez hoje.

Aproveitar de uma tragédia para fazer publieditoriais e sensacionalismo barato é algo que não pode ser colocado no mesmo grupo de profissionais que hoje precisam trabalhar nesse dia tão triste.

A melhor parte disso tudo é que o internauta brasileiro consegue perceber claramente a diferença entre aqueles que buscam trabalhar com a informação e aqueles que não tratam com a informação com o mínimo de respeito e seriedade.

Confesso que não sigo o Catraca Livre nas redes sociais. Se teve um post que favoritei (sobre o site com a maior quantidade de partituras do mundo) foi muito.

 

 

Ainda prefiro fontes mais sérias e confiáveis

 

Aliás, me esforço e muito para que o TargetHD e o SpinOff sejam blogs que, apesar de tratar dos seus temas com bom humor, que sejam blogs que ofereçam a informação com seriedade e profissionalismo.

Talvez a falta de respeito tratada pelo Catraca Livre custe caro para os envolvidos.

Ou não, já que todo mundo acha que temos que viver na “era da zoeira”.

Espero que a rejeição pública mostre para os responsáveis como eles estão errados com essa postura.

 

E não sou o único que pensa assim. É só acompanhar os comentários no Twitter sobre a cobertura feita por eles.