O que era uma outra ideia arquivada no registro de patentes é agora um documento aprovado, e com o selo oficial das autoridades, garantindo assim a sua propriedade intelectual à Amazon. Se você não se lembra, no ano passado, a empresa de Jeff Bezos solicitou a patente de um possível airbag para dispositivos móveis, e agora, essa patente se tornou válida.

Mas isso não quer dizer que a Amazon tem a intensão de colocar pequenos propulsores de ar no Kindle, e sim que não será surpresa se algum dia (que não será nem hoje, nem amanhã, e nem depois), o seu smartphone, tablet ou e-reader acabe se salvando automaticamente de uma eventual queda.