atari 2600

A Atari pode não ter criado o primeiro videogame, mas soube capitalizar o sucesso obtido por Pong e vários jogos arcade. A empresa criada por Nolan Bushnell criou um videogame que prometia a mesma experiência dos jogos de filperama: o Atari 2600.

O desenvolvimento do Atari Video Computer System (ou Atari VCS) começou em 1976. Bushnell viu o potencial do Odissey, o primeiro videogame doméstico, e criou um hardware que oferecia os sucessos do Atari para a sala de casa dos gamers.

Porém, a história do Atari 2600 não é tão bonita assim. O console levou anos para prosperar, com um início complicado por vender apenas a metade das unidades fabricadas. O investimento milionário da Warner não ajudou, e as pessoas não estavam interessadas em videogames.

Em 1979, o Atari 2600 começou a decolar.

 

 

A chegada de Space Invaders começou a mudar tudo, quadruplicando as vendas do console em três anos. O Atari 2600 foi o videogame mais vendido de 1982, com 10 milhões de unidades distribuídas. Sem falar nos outros jogos lançados: Asteroids, Missile Command e Frogger, entre outros.

Porém, o console viu o seu fim com a crise de 1983, com o lançamento de jogos como Pac-Man ou E.T. entregaram uma péssima qualidade. Porém, o console não parou de vender de repente: a imensa biblioteca de jogos e o preço relativamente baixo o segurou no mercado por mais dez anos.

Um detalhe: o jogo Breakout foi desenvolvido por Steve Jobs e Steve Wozniak. Nolan Bushnell apostou nos co-fundadores da Apple, que trabalharam no game muito antes de fundarem a Apple.

O Atari 2600 teve muitos feitos. Entre os mais importantes, ser o console que popularizou o uso do microprocessador e os cartuchos, algo que os demais fabricantes adotaram nos anos seguintes.

Além disso, a Atari viu o potencial de pagar licenças para levar os melhores jogos ao console, algo muito comum hoje. Jogos como Star Wars ou Space Invaders geraram milhões de dólares em vendas.

 

 

Por fim, a Atari é responsável por dar o início à indústria de desenvolvedores de terceiros. Engenheiros que trabalhavam na empresa, mas partiram para criar a Activison, entregando jogos de melhor qualidade para a plataforma.

A Atari passou por muita coisa nos últimos 35 anos. Até agora, quando anunciou a volta com um console que lembra as glórias do passado.

 

 

Não sabemos se o Ataribox terá o potencial de achar um espaço em um mercado dominado por Microsoft, Sony e dispositivos móveis, mas é fato que nada para a Atari foi fácil. Eles sempre remaram contra a maré, inclusive nos seus melhores anos.

E não será diferente agora.