O futebol é popular em todo o mundo, por vários motivos. Um deles é que qualquer pessoa pode praticar. Basta uma bola, e pronto.

Porém, para jogar com um certo nível de eficiência, é mais que recomendável que o terreno de jogo seja de grama. E uma grama bem cuidada, de preferência.

As grandes potências do esporte destinam grandes quantidades de dinheiro para manter os gramados dos seus estádios em boas condições, mas os fãs do esporte não conseguem evitar que o gramado do clube ou terreno baldio fique detonado com as chuteiras utilizadas na pelada do final de semana.

Para evitar esse problema, estudantes da School of Visual Arts de Nova York criaram um sistema que consegue replantar o gramado nas áreas onde ele acaba pisoteado.

 

 

A ideia é dotar as chuteiras com um pequeno compartimento no interior, que armazena sementes de grama que são espalhadas no terreno todas as vezes que as chuteiras tocam o gramado. Ao pressionar o calcanhar da chuteira, as sementes saem da chuteira, e são plantadas no terreno.

Será que dá tempo para fazer com que a outra chuteira vire um mini regador?