red-bull-f1-pit-stop

Enquanto todo mundo se centrou na bobagem entre Sebastian Vettel e Mark Webber, ninguém se lembrou de citar que a Red Bull bateu o recorde de pit-stop mais rápido da história da F1 no GP da Malásia de 2013. Durante uma das paradas de Webber, a equipe fez a troca dos quatro pneus de seu carro em inacreditáveis 2.05 segundos, superando o recorde anterior, que era da McLaren (2.31 segundos).

Nesse aspecto, a Red Bull foi tão insanamente eficiente, que mesmo que essa troca não existisse, o recorde seria quebrado, já que a “pior” parada de pit-stops durante toda a corrida da equipe foi de 2.26 segundos. A Red Bull prova o seu recorde de acordo com as informações recolhidas do seu carro. Os logs de informações oferecem uma contagem de tempo de parada nos pits mais precisa do que o estimado durante as transmissões oficiais da F1.

Porém, eles não estão satisfeitos com esse tempo, e acham que ainda podem melhorar. A própria Red Bull afirma que não existe o pit-stop “perfeito”, e que em qualquer outra corrida eles podem fazer ainda melhor, acreditando que eles podem fazer um pit-stop abaixo dos 2 segundos ainda nessa temporada.

Vídeo do pit-stop em questão abaixo.

Via Red Bull