A última Apple Store vítima de uma ameaça de bomba (ou de uma brincadeira de gente bem tonta) está localizada na rua George Street, em Sydney (Austrália).

O mesmo aconteceu no final do ano passado em Birmingham (Reino Unido), e antes uma unidade no Japão foi alvo de um alarme falso, que obriga a evacuação das pessoas e fechar temporariamente o estabelecimento, até que a polícia comprove que não há risco nenhum.

Felizmente, mais uma vez foi um alarme falso, que foi confirmado pelas autoridades locais. Tanto a Apple Store como todos os comércios ao seu redor tiveram que ser desalojados e fechados por 30 minutos, até que a inspeção da polícia fosse concluída. As autoridades iniciaram uma investigação para encontrar os responsáveis pelo delito.

Infelizmente, esse tipo de delito é muito comum. Em 2016, os escritórios centrais da Apple em Cork (Irlanda) também receberam uma ameaça similar.

E a pia na louça se acumulando na casa de algumas pessoas…