Google Chrome Android

Como alguns de vocês sabem, estou utilizando um Motorola Moto G de 3ª geração como dispositivo pessoal, e um dos desafios com esse smartphone é manter um desempenho aceitável na maior parte do tempo. Uma das características desse dispositivo é ficar lento com o passar do tempo de uso, com travamentos e arrastos. E isso incomoda muito.

Durante as minhas pesquisas buscando uma solução para esse problema, alguns testes foram feitos. Testes de tentativa e erro mesmo. O ponto culminante não era o consumo de RAM do smartphone, já que o Android 6.0 Marshmallow ainda tem o problema de ter um consumo irresponsável de memória aleatória do dispositivo, mas sim identificar qual aplicativo provocava uma queda do desempenho em um modelo que já contava com essa memória mais restrita.

E o grande vilão foi o Google Chrome e seus apps associados. De forma nada surpreendente.

 

Use outro navegador de internet. É melhor…

Todo mundo sabe que o Google Chrome é um devorador de recursos. No desktop, isso é fato consumado. Então, por que seria diferente nos dispositivos móveis?

A Google sempre priorizou aqui a velocidade de navegação e exibição dos conteúdos no navegador, e a consequência disso é um maior consumo de recursos do dispositivo. Agora, pense em como isso pode afetar de forma sensível em um smartphone de linha média, com apenas 1 GB de RAM. Isso pode representar o inferno na Terra para muitos usuários.

No caso do Motorola Moto G de 3ª Geração, a maioria dos usuários não tem ideia de que isso acontece, e o dispositivo acaba perdendo desempenho naturalmente com o passar do tempo. Isso explica a quantidade de pessoas passando o smartphone adiante. É claro que a Motorola/Lenovo tem parte da culpa no cartório, já que, convenhamos, 1 GB de RAM em um smartphone Android é realmente pouco.

Mesmo assim, não duvido que outros usuários passam pelo mesmo problema.

A solução? Desative o Google Chrome!

400

Na prática, o Google Chrome não interfere muito na sua vida com o Android. Em algumas ROMs de determinados fabricantes, você é obrigado a conviver com ela. Mas em outras, você pode simplesmente desinstalar o aplicativo, e utilizar outro navegador de sua preferência.

Recomendo a utilização do Opera, por não ser baseado no Chrome. O AdBlock e vários outros do gênero contam com o motor do navegador da Google, e o problema iria persistir.

Porém, na impossibilidade de desinstalar o Google Chrome do seu smartphone (é o caso do Moto G3), simplesmente desative o aplicativo do smartphone, através da área de configurações dos aplicativos instalados no Android. Isso ao menos vai impedir que o app fique ativo em segundo plano, ou consumindo recursos de hardware e software.

401

Também é recomendado evitar utilizar a barra de buscas do Google para pesquisas, pois esse item também influencia no desempenho do dispositivo.

Depois dessa mudança, eu percebi que o Moto G de 3ª Geração teve um desempenho muito melhor, ou muito mais aceitável, apesar de suas limitações de hardware. Por isso, recomendo essa mudança para todos que desejam um melhor desempenho com o smartphone.

A liberdade de opção no mundo da tecnologia pode resultar em escolhas muito interessantes. Fato.