O hue não tem limites, e a galera conectada está por dentro dos paranauês mesmo.

A pirataria agora recorre ao Google Maps, após a crescente censura de sites considerados ilegais e sua eventual remoção dos motores de busca. Agora, estão compartilhando links piratas pelo serviço de mapas da gigante da internet.

Usando o recurso de mapas personalizados, qualquer usuário pode adicionar rotas, pontos de interesse e outros elementos ao Google Maps, incluindo descrições e links.

Com isso, cada vez mais os torrents e outros conteúdos aparecem nos mapas. E como alguns desses mapas já foram vistos centenas de milhares de vezes, só temos aqui confirmada a teoria da hidra: se tenta cortar uma cabeça, crescem outras seis ou sete.

Mais uma vez, é importante lembrar que a única forma para efetivamente acabar com a pirataria (ou pelo menos reduzí-la drasticamente) é torná-la desnecessária, disponibilizando produtos e serviços com preços e condições justas. O fim do DRM pode ser apenas o começo para uma eventual virada de jogo.

 

Via Torrent Freak