Os adolescentes de hoje são viciados em gadgets, principalmente naqueles que possuem algum tipo de conectividade na internet. Não é surpresa que os pais queiram colocar limites de uso de seus filhos, não apenas para forçar os rebentos a terem vida social, mas também para evitar que eles fiquem conectados 24 horas por dia, fazendo com que o resto simplesmente não seja algo importante. Mas parece que os jovens estão ficando cada vez mais ardilosos para driblarem os pais.

O caso a seguir aconteceu na Califórnia. Uma jovem, com a ajuda de uma amiga, simplesmente decidiu drogar os seus pais com milkshakes “batizados”, apenas para terem o “sagrado” direito de usarem a internet ao longo da madrugada.

A garota de 16 anos de idade (que não foi identificada), moradora da cidade de Rocklin, Califórnia, recrutou sua amiga de 15 anos de idade para preparar uma rodada de milkshakes com um “boa noite Cinderela” para os seus pais. Antes de chegar em casa com as bebidas, eles dissolveram pílulas com remédios para dormir nos milkshakes. Os pais chegaram a detectar um gosto estranho na bebida, e pararam de beber, mas aparentemente eles consumiram uma quantidade suficiente de sonífero, para cair no sono.

Os pais afirmam que acordaram por volta de 1 da manhã (eles tomaram os milkshakes às 10 horas da noite), mas estavam tão grogues com os efeitos dos remédios, que caíram no sono novamente, e só acordaram na manhã seguinte, com os mesmos sintomas. Suspeitando que alguma coisa estava errada, eles se submeteram a um exame antidrogas, e o resultado foi positivo.

Então, os pais questionaram sua filha sobre o ocorrido, que confirmou a trapaça, e todos foram parar em uma delegacia. A pessoa que deu as pílulas para dormir para sua filha também se mantêm anônima, e o caso está sob investigação da polícia local. Por enquanto, as jovens estão detidas sob a acusação de conspiração e por misturar produtos farmacêuticos em alimentos.

Via The Guardian, SlashGear