linkuk

 

A LinkUK é uma variante do LinkNYC, projeto que instalou conectividade WiFi em módulos públicos, que por sua vez substituem as cabines telefônicas.

O projeto na cidade norte-americana estreou no final de 2015, e agora sabemos que será adotado em Londres em 2017.

O LinkNYC obteve bons resultados, apesar dos vândalos e o acesso livre a qualquer site (incluindo pornografia). Agora, cidadãos e turistas londrinos terão internet de graça de até 1 Gbps, no mesmo formato.

 

LinkUK, a modernização de Londres

 

linkuk-02

 

O LinkUK terá as mesmas características, com exceção da navegação web. Os tablets Android instalados nos módulos só servirão para consultar mapas, serviços de chamdas gratuitas, além de contar com portas USB para recarregar dispositivos e duas telas laterais para exibir publicidade.

O projeto recebe investimento do Google e da operadora britânica BT, que oferece a conexão de dados para o WiFi gratuito. Cada ponto pode suportar até 50 usuários conectados ao mesmo tempo.

A empresa de publicidade Primesight é a encarregada de administrar os anúncios nos módulos, e esse dinheiro vai custear os demias módulos e posterior manutenção.

A ideia é iniciar com 100 módulos em Londres em 2017, até alcançar 750 módulos no fina de 2018. O contrato prevê a instalação de 17.500 módulos instalados em todo o Reino Unido até o fim de 2019.

Muitos desses módulos vão substituir muitas das cabines vermelhas, que deixaram de autar como pontos telefônicos. Mas nem todas as cabines serão substituídas. Aquelas com certificado de grau II (edifício protegido) permanecerão como parte da herança inglesa.

 

Via LinkUK