OnePlus 5

 

O OnePlus 5 é a nova maravilha tecnológica anunciada hoje (20). Um modelo que atualiza muito bem o OnePlus 3T, oferecendo potência bruta com um design bonito e preço competitivo.

Tudo bem, você pode dizer a vontade que ele parece o iPhone 7 Plus. E daí? Quem se importa? Funciona para a Apple, deve funcionar para as outras também. Podemos até dizer que a criatividade no design está em uma fase meio falida, mas a própria Apple foi super original quando copiou o Surface na cara dura.

Logo, todo mundo copia todo mundo. Conforme-se com isso.

 

 

O que realmente importa é a lista de especificações desse pequeno monstrinho: processador Qualcomm Snapdragon 835, 6 GB ou 8 GB de RAM (tem muito computador por aí que tem no máximo 4 GB de RAM, é sempre bom lembrar…) 64 GB ou 128 GB de armazenamento, sistema operacional Oxygen OS 4.5 (baseado no Android 7.1.1 Nougat)…

E a câmera dupla traseira, que é a moda do momento.

Eu entendo que não basta ter sensores com muitos megapixels para se obter um grande resultado fotográfico. Outros fatores entram nessa equação, como: tipo de sensor, qualidade do mesmo, a forma como o software do smartphone vai trabalhar com esses sensores, o pós processamento de câmera, entre outros critérios técnicos que podem deixar esse post bem chato.

Sem falar que não dá para confiar cegamente na OnePlus quando ela coloca o Snapdragon 835 no OnePlus 5, já que a empresa andou trapaceando um pouco nos últimos testes de benchmarks.

Mesmo assim: os números são elevados demais para um dispositivo que custa a partir de 499 euros.

 

 

É muito difícil de imaginar que esse smartphone pode decepcionar muito em desempenho e fotos. Em autonomia, podemos sim questionar, já que é um modelo com uma bateria de apenas 3.300 mAh (para 5.5 polegadas de tela em Full HD), e isso pode comprometer. Bom, ao menos é um smartphone com modo de recarga rápida de bateria.

De qualquer forma, o OnePlus 5, como vários outros modelos já lançados pela empresa, chega ao mundo com prestígio. Será muito procurado por muitos usuários que querem uma melhor relação custo-benefício no seu smartphone.

Mas só o tempo vai dizer se ele é uma grata surpresa, ou uma amarga decepção.