Finalmente chegou o dia onde o mercado mobile vende mais smartphones do que celulares tradicionais. Não é uma notícia que chega a surpreender, uma vez que estamos observando a evolução dos smartphones ao longo dos anos, e essa evolução acontece com uma velocidade assustadora. E a maioria de nós já conta com pelo menos um smartphone no bolso. E no futuro, teremos mais smartphones do que pessoas no planeta. Você faz ideia do tamanho do impacto que os telefones inteligentes geram no nosso mundo?

Antigamente, os celulares só serviam para fazer ligações e enviar mensagens de texto. E confesso que sinto falta desse tempo em alguns momentos. Até porque as duas funcionalidades que eu citei eram mais importantes do que qualquer outra função complementar que o celular contava. Porém, a magnitude que os smartphones apresentaram como um produto de consumo, se tornando praticamente um objeto de desejo de todo fã de tecnologia, fez com que o crescimento das vendas dos dispositivos inteligentes fosse cada vez maior, a cada ano.

Até que nesse último trimestre, o volume de vendas de smartphones superou pela primeira vez na história o número de vendas dos celulares tradicionais.

É importante que tomemos essa informação com cuidado, porque no mercado atual, o limite entre smartphone e celular convencional é algo muito difuso. Muitos fabricantes qualificam os seus dispositivos como telefones inteligentes, quando na verdade para muitos consumidores, eles não são.

No momento, a Samsung domina o mercado de smartphones, com 32.7% das vendas, obtendo quase que o dobro da Apple, que parece se conformar hoje com o segundo lugar. Por outro lado, LG, Huawei e ZTE venderam mais ou menos a mesma quantidade de dispositivos. Aqui, temos que levar em contar que o crescimento da LG em relação ao ano passado foi expressivo, pois eles conseguiram vender mais que o dobro de smartphones em relação a 2012. O crescimento da Samsung também foi impressionante: 60.7% em apenas um ano. Apenas para comparar: a Apple cresceu o volume de vendas de iPhones apenas 6.6% nos últimos 12 meses.

Deixando um pouco os números de lado, cada vez mais as pessoas estão entrando em um mundo mais tecnológico, em todos os sentidos, e voltar atrás nesse caminho é (felizmente) algo impossível. O sucesso dos smartphones em relação aos celulares convencionais é apenas o reforço de uma tendência cada vez mais clara do quanto a tecnologia está se impregnando em nossas vidas, e o quanto estamos nos cercando de tecnologia. Isso é ótimo. No futuro, seremos velhinhos geeks, que não ficarão tão chocados com holografias, realidade virtual, ações promocionais tridimensionais e outras inovações que nossos filhos e netos vão desenvolver para tornar esse mundo um pouco melhor e mais funcional.