Nem todos os protótipos são esquecidos em um bar. Algum deles são REALMENTE roubados de seu centro de desenvolvimento. E foi isso que aconteceu com a Razer, com duas unidades do Blade, o seu atraente notebook para jogos que conhecemos no final do mês de agosto.

Quem informa o delito foi o próprio CEO da empresa, Min-liang Tan, que informou na conta do Facebook da empresa, que o roubo ocorreu nos escritórios da empresa em San Francisco no dia 11 de novembro, e pede a ajuda da “comunidade Razer” para que apontem qualquer informação que possa ser útil na busca dos produtos.

Não será surpresa se esses equipamentos aparecerem em um fórum clandestino. O problema é que isso vai provocar um atraso no lançamento do Razer Blade.

via Joystiq