Um novo serviço chamado Tripbirds tem uma ideia que combina turismo e redes sociais. Ele transforma suas postagens nas redes sociais em uma espécie de “guia de viagens personalizado”, para ajudar outros usuários a planejarem as suas próximas viagens de férias.

O site foi lançado oficialmente hoje (20/03) depois de trabalhar em modo beta privado durante um mês. O Tripbrids basicamente reúne as fotos publicadas no Instagram, os check-ins do Foursquare e publicações no Facebook, formando assim o seu guia de viagens e turismo. Com isso, o usuário pode pesquisar a atividade de seus amigos com base no destino deles, podendo adicionar os locais mais interessantes que eles já visitaram na sua própria lista de atividades.

O grande diferencial do Tripbrids é que ele é capaz de organizar o conteúdo publicado pelos usuários em outras plataformas, mas de uma forma onde o planejamento da viagem se torna viável, não se limitando à informações como “o que está acontecendo” ou “o que estou fazendo”. O conceito do site é formar uma base relevante de dados, com quantas fontes for possível.

O site também mostra quantos dois seus contatos estiveram no destino que você deseja, tornando a solicitação de dicas e conselhos sobre o local algo mais prático. Por exemplo, se você planeja passar suas férias em Dublin, você pode ver imagens e dados sobre a cidade postadas pelos seus amigos no Instagram, Foursquare, ou Facebook. Ao solicitar dicas de pontos turísticos sobre o local, o Tripbirds exibe para o usuário os resultados mais relevantes, com indicação de pontos específicos indicados pelos seus amigos.

O serviço é prático, e cria um incentivo para que os usuários convidem os seus amigos a se cadastrarem no site. O Tripbirds toma o cuidado de não exibir conteúdos marcados por geotag sem a permissão dos usuários. “Cada vez mais as pessoas querem obter informações com pessoas que eles confiam, e não com usuários aleatórios”, diz o CEO da Tripbirds, Ted Valentin. Eles pretendem capitalizar suas atividades através de taxas de referência para hotéis e serviços turísticos, e o site já levantou aproximadamente 550 mil euros em financiamentos.

O único problema do Tripbirds é que, se os seus amigos nas redes não se cadastrarem, ele se torna meio inútil, pois você vai depender das informações deles para traçar a sua rota das próximas férias. Logo, a tendência é que os novos usuários incentivem os não-cadastrados a se cadastrarem, criando assim uma corrente contínua, e o constante crescimento de inscrições.

Via Mashable