Richard Browing é um empreendedor britânico, que desenvolveu um projeto caseiro de um traje voador, no estilo Homem de Ferro. E, apesar de todas as carências, o projeto tem sua validade.

O simples mérito desse cara conseguir voar, mesmo que de forma limitada, já merece consideração. Richard utilizou seis micro-propsulsores de querosene, que geram uma força de 22 kg cada, obtendo assim a ligeira elevação do ser humano que vemos no vídeo.

Um visor controla os níveis de combustível, e seu controle de ativação de sistemas de propulsão desliga automaticamente se ele não cumpre o requisito mínimo de manter sempre pressionado o botão de início.

A velocidade de deslocamento do traje também e limitada à mesma que uma pessoa normal caminhando, e sua altura máxima a ser alcançada é de apenas 3 metros.

Não é algo prático, tem utilidade real praticamente nula… mas é uma vitória, sem sombra de dúvidas.

Vídeo a seguir.

 

 
Via TechCrunch