TV

 

Recentemente eu inciei uma busca por uma nova TV para chamar de minha para o meu apartamento. Aliás, saibam que eu gosto de chamar de apartamento aquilo que na verdade é uma kitnet. Sei lá, me sinto melhor com isso. Mas isso não interessa nesse momento. Na verdade, interessa sim. Está relacionado com o tema desse post, de alguma forma.

Eu procuro hoje uma TV de 32 polegadas LED Full HD. E já sei que essa é uma missão quase impossível para encontrar nas lojas e e-commerces nacionais. Eu digo isso porque essa dimensão de tela ficou relegada para os modelos de entrada e/ou de baixo custo, ou seja, encontramos aqui telas com resolução HD e o software básico para exibir conteúdos em sinal digital.

Até aí, tudo bem. Tenho que me conformar com isso. É uma escolha de mercado, e um comportamento mais que natural de procurar segmentar mais recursos para os modelos com telas maiores.

O problema é que o meu apartamento é pequeno. Não preciso de uma TV com tela maior do que essa. Quem sabe, no máximo, estourando, uma TV de 40 polegadas. Algo que já começa a ficar difícil de ser encontrada em especificações minimamente decentes.

 

 

Dito tudo isso, temos um claro crescimento de tamanho de telas de TVs como padrão, algo que também é natural com a chegada das novas tecnologias de imagem. Por outro lado, o tamanho das nossas casas e, principalmente, o tamanho da sala de TV não muda. Não temos salas maiores nas nossas casas ou apartamentos. Ou pelo menos não conseguimos trocar de apartamento ou reformar a sala de casa com tanta facilidade que trocamos nossos dispositivos.

E, veja bem… eu disse facilidade mesmo. Não quis dizer velocidade, pois também não trocamos de TV todos os anos.

Mas o fato é que, nesse exato momento, é muito difícil para a maioria dos usuários se adaptarem às novas TVs com telas de 55, 60, 70, 80 polegadas. Simplesmente porque elas não cabem na sala de casa.

E aí, amigo? O que fazemos?

Bom, eu sei que a minha busca será complicada. Bem complicada. Mas vou encontrar alguma solução que atende as minhas necessidades.

Mas para a grande maioria dos usuários… só a tecnologia no estado puro salva.

 

 

A não ser que você realmente seja um viciado em TV e possui uma sala de casa ou apartamento huge motherfucker, você não precisa de uma TV com 4K na sua sala de apartamento em 3 x 3 metros. Basta uma boa TV de 32 polegadas ou 40 polegadas máximas em Full HD, que todos os seus problemas estão resolvidos.

Ainda temos poucos conteúdo sem 4K/UHD, de modo que não há motivos para ter pressa em tirar o cartão de crédito do bolso ou pegar a marreta para quebrar as paredes da sala. Se permita a mais um bom tempo com o Full HD, um padrão que não deve ser descontinuado com tanta facilidade.

E dê tempo ao tempo. Quem sabe em um futuro não muito distante as telas 4K de 40 polegadas se tornam populares e menos caras do que as telas maiores com a mesma resolução.