Sabendo que os carros autônomos precisam seguir as leis do trânsito, um artista britânico criou uma armadilha para eles. De uma forma simples, quase imbecil.

Ele pintou um círculo com uma linha contínua e outra tracejada no exterior. Logo, o carro entrava no círculo, mas nunca mais poderia sair dali.

A ideia tinha como objetivo chamar a atenção para as situações que esses carros autônomos terão que aprender a enfrentar. Nesse caso, nem é tão válida, já que o vídeo na verdade foi feito com um carro convencional.

Mas é fato que os sistemas automatizados terão efeitos ativos no comportamento do veículo, e será inevitável que situações inusitadas vão aparecer, onde alguém vai tirar partido para fins difusos daqueles que os sistemas foram originalmente concebidos.

Fica a reflexão.

Vídeo a seguir.