Não é segredo para ninguém que a arte da fotografia requer uma certa habilidade, mas também um bom propósito de fundo. Mas essa história de bater recordes mundiais tem que ter um limite.

Em 2011, uma Leica Serie 0, do ano de 1923, se tornou a câmera mais cara de todos os tempos, ao ser vendida pela bagatela de 1.320 milhões de euros. Porém, o recorde não durou muito tempo, pois outro modelo da mesma limitadíssima edição superou esse valor. A unidade foi leiloada na semana passada pela fundação WestLicht Photographica de Viena (Áustria), custando algo em torno de 1,8 milhão de euros. Somando a porcentagem referente aos gastos administrativos, a brincadeira acabou custando nada menos que 2,16 milhões de euros (ou US$ 2,77 milhões).

Obviamente, o novo dono dessa relíquia resolveu ficar no mais absoluto anonimato.

Via Leica Rumors