Em 15 de abril de 2019, o mundo testemunhou uma grande perda para a arte, cultura e história. O incêndio da Catedral de Notre-Dame em Paris (França) foi uma tragédia sem precedentes. Mas revisando a história da humanidade, não é uma tragédia isolada ocorrida em 15 de abril.

Por algum motivo não explicado, o meio de abril marcado por eventos que muitos querem simplesmente esquecer, com tragédias terríveis. O incêndio dessa semana foi mais um que entrou na lista.

 

 

A morte de Abraham Lincoln

 

O então presidente dos Estados Unidos sofreu um atentado a tiros às 10 PM da noite de 14 de abril, enquanto assistia a um evento artístico. Porém, Lincoln ficou internado no hospital por nove horas, entre a vida e a morte, e só faleceu nas primeiras horas de 15 de abril.

 

 

O atentado na maratona de Boston

 

Há seis anos (15 de abril de 2013), dois homens realizaram um atentado com duas bombas caseiras durante a maratona de Boston, o que resultou na morte de três pessoas.

 

 

A tragédia em Hillsborough

 

O Hillsborough Stadium fica na Inglaterra, e em 15 de abril de 1989, aproximadamente 50 mil pessoas superlotaram o estádio para assistir a semi0final da FA Cup entre Liverpool e Nottingham Forest. O péssimo planejamento por parte dos organizadores resultou em um pisoteamento humano sem precedentes, onde 96 pessoas perderam a vida.

 

 

Agora, o incêndio na Catedral de Notre-Dame

 

Mais um na lista da maldição de 15 de abril. Um incêndio provocado por um curto-circuito nas instalações de restauração da Catedral acabou com grande parte da edificação. Ninguém ficou ferido, mas anos de história foram perdidos em poucas horas, enquanto o mundo testemunhava a tudo de forma impotente.

 

De novo: não há uma explicação racional para que o dia 15 de abril seja marcado por tais eventos. Mas é efetiva a constatação de um curioso padrão.

Dica do amigo aqui: tente não sair de casa nesse dia. Vai que…