Compartilhe

garoto-usando-smartphone-escuro

Um estudo da Pew Research Center publicado pela TIME revela alguns dados curiosos sobre o uso de celulares e smartphones em âmbito social, áreas públicas, reuniões, jantares e outras situações.

Talvez o dado mais chamativo seja que 88% das pessoas não aprovam o uso do dispositivo móvel durante jantares, preferindo que a pessoa converse com os demais na mesa do que retirar o celular ou smartphone do bolso quando o mesmo tocar por qualquer motivo. Porém, o mais inacreditável de tudo isso é que 89% dos entrevistados afirmam ter utilizado o smartphone em suas reuniões sociais. Ou seja, temos aqui o claro caso do ‘eu não gosto que os outros façam, mas eu posso fazer sem problemas’.

A pesquisa foi feita com 3 mil pessoas nos Estados Unidos, e analisa uma ampla variedade de usos do smartphone. Por exemplo, 94% dos entrevistados acham inapropriado tirar o smartphone em uma reunião de trabalho, 95% pensam o mesmo em um teatro ou cinema, e 96% em um local religioso. Por outro lado, alguns casos são aceitos pela sociedade: utilizar o smartphone enquanto anda pelas ruas, dentro do transporte público ou enquanto está esperando em uma fila (todos, com 75% de aprovação).

Os estudos sobre o uso dos smartphones são infinitos, como por exemplo aquele que indica que consultamos pelo menos 150 vezes o dispositivo por dia (número que ainda levanta discussões), ou sobre a ansiedade gerada por não poder usar o smartphone, o que reduz o nosso cociente intelectual.

O smartphone é, hoje, um pilar central de nossas vidas. A questão é se não estamos passando um pouco do limite. No final, uma coisa é certa: vamos ter que deixar de olhar tanto tempo para a tela dos nossos smartphones.

Via TIME


Compartilhe