Compartilhe

A 99, empresa brasileira de transporte urbano que integra a companhia global DiDi Chuxing, lança nesta semana um curso online sobre combate ao assédio para os mais de 600 mil motoristas cadastrados no aplicativo. A novidade faz parte da plataforma de conscientização da 99, uma iniciativa que reúne um conjunto de capacitações para estimular boas práticas durante a viagem com foco em tolerância e cidadania.

Ao todo, a plataforma conta com cinco módulos educacionais: assédio, racismo, diversidade LGBTQ, respeito e boas práticas de atendimento. O projeto é resultado de seis meses de trabalho desenvolvidos pela 99 em parceria com a Younder, empresa especializada em educação digital. Para colaborar na construção do material, o aplicativo convidou ainda a consultoria feminista Think Eva, que trabalha com projetos relacionados a igualdade de gênero; e Ana Bavon, consultora e palestrante em diversidade e inclusão.

Para facilitar o acesso ao conteúdo, a plataforma tem formato digital. Ou seja, os condutores podem acessar o material pela tela do celular em qualquer momento do dia. Além disso, eles contam com uma apostila para esclarecimento de dúvidas e consulta de mais informações. A expectativa é de atingir mais de 600 mil motoristas ativos na plataforma em todo o Brasil.

“A plataforma educacional vai promover mais segurança para os usuários, sejam eles passageiros ou motoristas”, diz Stella Brant, Diretora de Marketing da 99. “Como empresa de tecnologia que conecta diferentes pessoas, temos o papel social de promover diversidade e respeito dentro e fora do app.”

Além do curso digital, foram realizadas rodadas de conversas nas Casas99 (centros de atendimento presencial da empresa) em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. Ao todo, cerca de 800 motoristas foram sensibilizados.

“O alinhamento de propósitos existente entre a 99 e a Younder é um dos elementos que tornou o desenvolvimento deste projeto tão enriquecedor para todos os envolvidos, afinal, a educação é uma alavanca para transformar o comportamento das pessoas e, por fim, a sociedade.”, afirma Claudia de Moraes, CEO da Younder, que reforça que a tecnologia é capaz de contribuir diretamente com as relações humanas. “Ações apoiadas por tecnologias digitais são uma excelente alternativa para organizações que desejam impactar um grande número de pessoas.”, completa Claudia.

Compartilhe