Compartilhe

Hoje, os vídeos virais são febre na internet. Mas na década de 90, quando se falava em viral, todos associavam a um vírus mesmo. Porém, isso mudou no outono de 1996, com um vídeo de animação em 3D que mostrava um bebê dançando ao som da música Hooked On a Feeling. Rapidamente, a música foi conhecida como Dancing Baby Song.

O vídeo entrou imediatamente na cultura pop. Séries de TV como Ally McBeal transformaram a animação em um fenômeno de massa. O tempo fez com que ele caísse no esquecimento, mas ressuscitaram o meme, em uma versão repaginada em HD.

 

 

 

Um meme que mostrou o poder de um software de gráficos 3D

 

 

O meme do bebê dançante era curioso e inquietante: os movimentos eram antinaturais para um bebê, mas mostrou o poder da animação 3D da época.

Os criadores do meme original desenvolveram o software Character Studio da Kinetix/Autodesk, a mesma do software de modelagem e renderização 3D Studio Max. Eles se deram conta que era muito mais chamativo fazer uma animação com um bebê dançando do que fazer o mesmo bebê engatinhar ou caminhar. E fizeram a demonstração dessa forma.

Não foram utilizadas técnicas de captura de movimentos para o vídeo, mas sim modelos físicos que foram automatizados com fotogramas interpolados que eram gerados no Character Studio.

O vídeo foi publicado no outono de 1996, e tanto usuários como animadores profissionais começaram a criar as suas próprias versões do Dancing Baby, graças ao célebre arquivo SK_BABY.MAX, que foi amplamente compartilhado nas redes sociais da época, como o Compuserve e os seus fóruns de distribuição, e-mails e sites de downloads na internet.

Sua aparição mais famosa foi no GIF criado por John Woodell, que foi copiada por um monte de sites, onde usuários publicaram essa animação e a tornaram sua, com toques de humor. E, assim, nascia um dos primeiros memes da história da internet.

 

 

 

 

Dancing Baby, agora em HD

 

 

O Dancing Baby caiu no esquecimento, até que em fevereiro de 2020, um jovem estudante da Universidade de Bolton chamada Jack Armstrong reviveu o meme viral: um amigo de Jack pediu que ele ajudasse na modelagem de um velho jogo sandbox chamado Garry’sMod (GMod), lançado pela Valve em 2006. Jack aceitou o desafio, mas percebeu que era algo mais complexo do que ele esperava.

Principalmente porque ele não tinha um modelo original como ponto de partida. Então, ele encontrou no site Vetusware um abandonware em um arquivo ZIP, e esse era todo o pack de arquivos do Character Studio 1.0 de 1996.

Entre esses arquivos, estava (é claro) o SK_BABY.MAX, que incluía o bebê dançante. Então, Armstrong fez a migração do GMod, e depois de várias horas, entregou o Dancing Baby reformulado, depois de mais de duas décadas, em resolução FullHD a 60 fps.

 


Compartilhe