Compartilhe

lg-gpad-8.3

Entre o Natal e o Ano Novo, eu adquiri na Shopfato (uma loja do grupo Muffato, lá do Paraná) um tablet Samsung Galaxy Note 8. Entendi que estava fazendo um bom negócio, pois era um tablet com especificações técnicas bem generosas (ainda é). Porém, quando o produto chegou até aqui, eu percebi um “pequeno detalhe” na tela do produto, que foi algo inesperado para mim.

Bom, melhor do que falar, é mostrar, certo?

2014-01-10 13.13.07

Tenso isso, né?

Não dá para ficar com o produto desse jeito. Logo, optei pela devolução. O pessoal do Shopfato está realizando os procedimentos de recebimento do produto e devolução do valor pago no cartão de crédito e, até o presente momento, não tenho o que reclamar da loja.

E lá fui eu recomeçar a busca por um novo tablet. Estava pensando no Galaxy Note 8 mesmo, pois gostei mesmo do conjunto de especificações técnicas (apesar da TouchWiz da Samsung, elemento que sempre serei contra, em qualquer produto dos coreanos). Porém, venho observando que esse modelo está se tornando cada vez mais raro no mercado brasileiro, o que pode indicar que a Samsung está deixando de produzí-lo para adicionar novos modelos no mercado brasileiro.

Ou seja, já não é uma boa opção, principalmente se ele se tornar um produto descontinuado.

Mas aí, para minha alegria, veio a LG salvar o dia.

IMG_20131029_213950374

Eles anunciaram ontem (15) o lançamento do LG G Pad 8.3 no Brasil. Eu já havia testado o modelo em um protótipo de forma breve no evento de lançamento do LG G2 em outubro de 2013, e já tinha ficado interessado pela proposta dos coreanos. Tudo bem, eles contam com uma interface tão customizada do que a Samsung, mas o seu conjunto de hardware é tão interessante quanto o do Galaxy Note 8. E isso muito me interessa.

Com uma tela IPS de 8.3 polegadas em HD+ (1920 x 1200 pixels), processador Qualcomm Snapdragon 600 quad-core de 1.7 GHz, 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento interno (expansíveis via slot para cartões microSD) e bateria de 4.600 mAh, o LG G Pad 8.3 é tão interessante (para não dizer sedutor) que o Galaxy Note 8 nas suas especificações, prometendo assim um desempenho muito interessante. Sem falar que ele tem um formato bonito e leve.

E tudo isso vai me custar apenas R$ 1.099, na versão WiFi. É um preço muito competitivo. Custa, na pior das hipóteses, o mesmo do Galaxy Note 8, mas é um modelo mais novo e com melhorias nas especificações em alguns detalhes (tela, processador, etc), e mais barato que o iPad mini Retina (ainda não desisti dele, mas pelo menos por enquanto, não dá).

Levando em conta esses fatores, é a minha próxima escolha de tablet Android, e com facilidade. É uma pena que o G Pad 8.3 não estará disponível de imediato na versão WiFi + 3G (de cara, apenas com WiFi). Mas o tethering existe para isso, não é mesmo?

De qualquer forma, apareceu um pouco de sorte na minha vida geek. Pelo menos vou ficar com um gadget minimamente atualizado na minha próxima compra. E vou continuar a fugir da TouchWiz, seguindo assim a minha filosofia prometida para 2014.


Compartilhe