Acer Chromebook R11-01

Bem sabemos como o mercado de computadores tenta se reinventar para sobreviver, e uma dessas reinvenções é representada pelos Chromebooks. Os notebooks com Chrome OS são pensados naqueles que buscam realizar as suas atividades conectadas de forma simples, mantendo tudo na nuvem, com praticidade e grande intimidade (por assim dizer) com os recursos do Google. E tudo isso resultou em um computador barato e acessível para diversos segmentos, principalmente o educacional.

Agora, a Acer apresenta na IFA 2015 o Chromebook R11, que é considerado o primeiro notebook conversível com o sistema Chrome OS. Tal movimento tem como objetivo atender os usuários que precisam de uma maior versatilidade de uso, que se alterne entre o notebook e o tablet quando necessário. É uma estratégia oportuna para ampliar a diversidade de público desse tipo de produto. Por outro lado, já temos um produto com um preço significativamente mais alto do que a proposta original para esse tipo de produto: US$ 299.

Entendo toda a proposta desse novo produto. Mas ele podem ao mesmo tempo representar uma mudança de paradigma na proposta dos Chromebooks. Sem falar que eu não creio que o Chrome OS é o melhor sistema do mundo para ser utilizado no formato tablet.

De qualquer forma, preferia ver o Chrome OS no seu formato mais ‘clássico’, abrigado nos notebooks, com alguma interação com toques na tela sim, mas muito mais voltado para quem quer utilizar os recursos do Google com maior produtividade. É inegável que a era dos dispositivos com tela sensível ao toque domina o mercado de tecnologia hoje, mas se vamos adotar essa solução, que não seja com o Chrome OS.

A não ser que o Google reformule a proposta e interface de usuário para essa finalidade, e de forma drástica.

E em tempos onde encontramos notebooks com Windows 10 a US$ 199, não dá para dizer que este é o melhor momento para fazer esse movimento. Abre os olhos, Google!