Aí, Netflix… cobrar R$ 25,90 por 480p é uma piada de mau gosto… | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Aprendeação Igonorante » Aí, Netflix… cobrar R$ 25,90 por 480p é uma piada de mau gosto…

Aí, Netflix… cobrar R$ 25,90 por 480p é uma piada de mau gosto…

Compartilhe

Eu não sou uma pessoa ingrata ou mal-agradecida.

O fato de prestigiar a chegada da Netflix no Brasil em um evento em São Paulo no longínquo ano de 2013 não me impede de criticar a empresa quando ela toma decisões estúpidas. Faz parte das regras do jogo, e como eu sou um brasileiro movido pela força do ódio, não me resta alternativa a não ser descer o cacete na empresa de streaming mais popular do planeta.

Não basta cobrar a mais das pessoas que compartilham honestamente as credenciais de contas? É preciso mesmo cobrar um valor absurdo por um plano ridículo com resolução de 480p?

Estamos no Leste Europeu, dona Netflix?

 

 

 

Nem mesmo no Leste Europeu as pessoas assistem conteúdos a 480p…

A Netflix passou vergonha na internet quando decidiu responder a um usuário que estava reclamando da qualidade de imagem do serviço. A empresa esclareceu que cobrava dele o valor correspondente a qualidade de imagem compatível com as características dos seus dispositivos e planos de internet.

E a tal qualidade de imagem em questão (ou ausência dessa qualidade, dependendo da sua perspectiva) era a resolução de 480p.

E isso acontece em um mundo onde a maioria dos smartphones são compatíveis com, no mínimo, o HD (720p). Sem falar nas plataformas de streaming concorrentes, que oferecem de forma nativa uma resolução final de imagem muito maior (em alguns casos, 4K) com um preço significativamente menor do que o cobrado pelo patético plano de 480p da Netflix.

Aí, dona Netflix… nem tem como te defender aqui! A galera do hate contra você está coberta de razaõ, e olha que eu não costumo dar muita razão para os odiadores profissionais da internet.

O polêmico plano da discórdia da Netflix, com resolução de 480p, custa nada menos que R$ 25,90 por mês. Ele só permite acesso a um único dispositivo por vez e mostra tudo de forma pixelada em sua tela, onde Bridgertown vai parecer um filme soft p0rn mal-feito da década de 1970.

Simplesmente INACEITÁVEL, dona Netflix!

 

 

 

Decisões estúpidas que podem significar o início do fim

Eu mesmo começo a me perguntar seriamente por que ainda estou assinando a Netflix. Sério.

Tudo bem, eu sou aquele usuário que divide a conta com outras quatro pessoas, o que torna o serviço mais acessível para todo mundo. Porém, eu não estou gastando muito do meu tempo consumindo conteúdos da Netflix, para ser bem sincero.

Apesar da plataforma contar com conteúdos que eu gosto, como Colin em Branco e Preto, Drive to Survive e alguns ótimos filmes indicados ao Oscar, é raro ter algo na Netflix que me chama a atenção fora de um período sazonal ou situação pontual.

Neste aspecto, Disney+, HBO Max e, de forma surpreendente, Star+ estão atendendo melhor as minhas expectativas. E sei que muitos usuários estão profundamente decepcionados com a tonelada de conteúdos inúteis disponíveis na Netflix.

Eu realmente não sei se a estratégia dos executivos da empresa vai funcionar, mas se continuar do jeito que está, não é nenhum absurdo prever o êxodo de usuários a médio prazo. É claro que toda empresa precisa ser lucrativa, mas a Netflix nos acostumou tão mal em ser muito legal com a gente, que mudanças pensando apenas no lucro fatalmente farão com que muitos acabem desistindo do serviço.

Eu, inclusive. Porque eu bem sei que existe vida longe da Netflix. E nem preciso recorrer ao Torrent para isso.


Compartilhe
@oEduardoMoreira