Compartilhe

Hoje (13) começa o Amazon Prime Day 2020, o período promocional de vendas da gigante varejista que vai durar até amanhã (14). Essa janela deveria acontecer no meio do ano, mas uma certa pandemia aconteceu. Mesmo assim, o que era para ser um desastre pode se tornar um grande triunfo, pois tem tudo para ser uma Black Friday antecipada.

E… alguém tem dúvidas que a Amazon é um monstro sem procedentes na internet?

 

 

 

Uma dominância que se explica pelo ecossistema

 

 

A Amazon construiu um ecossistema no estilo do Google, onde envolve os usuários com vários produtos interessantes e competentes, e qualquer pessoa que acaba utilizando pelo menos um dos seus produtos acaba envolvido por completo por esses serviços. E eu sou a prova viva disso.

Confesso que deixei o Prime de escanteio para só assinar o serviço em março de 2020, no início da pandemia. O motivo: eu sabia que eu ia precisar de um pouco mais de entretenimento preso em casa, e o Prime Video seria muito bem vindo. Porém, eu mal poderia imaginar que iria colocar tantos serviços da empresa de Jeff Bezos na minha vida.

Hoje, além do Prime, tenho o Echo Dot de terceira geração e o Echo Show de 5 polegadas. Aliás, eu adoro a Alexa e a sua capacidade de interagir e entregar informações, recursos, produtos e serviços. Aliás, convenci algumas pessoas na compra do Echo Dot, e já adquiri a bateria portátil para deixar o dispositivo móvel.

Vários produtos que adquiri ao longo de 2020 vieram pelo serviço Prime com frete grátis, com uma agilidade de entrega simplesmente assustadora. Muito mais rápido do que eu imaginava, e com uma logística impecável. Nada de produtos chegando com avarias por aqui.

Sem falar no Prime Video, que pode não ter o catálogo tão vasto quanto o da Netflix, mas possui alguns conteúdos muito interessantes entre aqueles com as licenças cedidas e, principalmente, nas produções originais.

E tudo isso por R$ 89 por ano?

Como não assinar o Amazon Prime?

 

 

 

Futuro da Amazon mais que promissor

 

 

Nem é preciso dizer que a Amazon vai seguir avançando de forma sustentável para ser a grande referência entre as empresas de tecnologia ao redor do mundo. Não é por acaso que o Magazine Luiza está “se inspirando” na gigante de Jeff Bezos: tudo está funcionando muito bem para a responsável pelo Kindle, Echo, Fire, Alexa e outros produtos.

Logo, se você está pensando em fazer a assinatura do Prime apenas pelo Amazon Prime Day, eu até entendo, e acho válido a sua estratégia. Porém, para quem tiver a chance de testar todos os benefícios que esse plano pode oferecer, muito provavelmente a tendência que você fique com a assinatura ativa. Pois vale muito a pena.

É fácil entender por que a Amazon não para de crescer. Basta olhar para todo o ecossistema disponível, a qualidade dos seus produtos e, principalmente, a excelente relação custo-benefício de seus produtos. O Amazon Prime Day não é apenas um dia para vendas expressivas com preços imperdíveis. Também é uma excelente forma da gigante de Jeff Bezos conseguir novos usuários que ficarão fidelizados por seus serviços durante um bom tempo.


Compartilhe