Press "Enter" to skip to content
Início » Variedades » Apple pede desculpas pelo “crush” no iPad

Apple pede desculpas pelo “crush” no iPad

Compartilhe

A Apple fez questão de deixar claro que o novo iPad Pro (2024) era extremamente fino. Na verdade, o mais fino da história da empresa. E durante o evento “Let Loose”, usou uma figura de linguagem que não desceu muito bem para algumas pessoas.

O seu comercial “Crush!” foi muito criticado por mostrar uma prensa industrial destruindo objetos criativos como trompetes, pianos e tintas. A ideia da Apple era mostrar como mensagem final que o iPad Pro poderia substituir todos esses elementos.

Bom… era para ser assim. Mas algumas pessoas não entenderam dessa forma, e se sentiram ofendidos por testemunharem instrumentos musicais, obras de arte, tintas e até (pasmem) bolas de exercícios de fisioterapia sendo esmagados pela prensa.

 

Uma ofensa!

Alguns usuários consideraram o comercial uma autêntica ofensa, um ataque à criatividade.

Particularmente, não entendo desse jeito. Mas não posso julgar quem não entendeu o comercial da mesma forma que eu.

De qualquer forma, 48 horas depois do anúncio ir ao ar, o chefe de marketing da Apple, Tor Myhren, pede desculpas públicas a todos que se sentiram ofendidos com o comercial.

“Nosso objetivo é sempre celebrar a miríade de maneiras como os usuários se expressam e dão vida às suas ideias por meio do iPad. Cometemos um erro com este vídeo e lamentamos

A Apple reforçou que a criatividade é fundamental para a empresa, e que o vídeo não a representa corretamente. Como forma de reforçar essa posição, anunciou que a exibição do anúncio na televisão estava cancelada.

Se bem que eu ainda consegui utilizar uma cópia desse vídeo para produção do meu material para o TargetHD.net. Então, muito provavelmente estou com uma peça publicitária histórica da Apple no meu computador neste exato momento.

Essa mesma Apple possui um histórico de campanhas memoráveis como “Think Different” e “Get a Mac”. Recentemente, o anúncio “Find Your Friends” sobre a “Busca de Precisão” do iPhone 15 foi elogiado.

Então, dá para entender que o que aconteceu na campanha “Crush!” foi um acidente de percurso. Um erro no meio do caminho.

Ou um exagero de algumas pessoas que não conseguiram lidar com uma propaganda inovadora e ousada até demais.

Pelo menos a Apple não foi continuísta, tal e como faz com o seu iPhone. Tentar deixar de ser um “mais do mesmo” vai bem de vez em quando.

Veja o comercial, e tire suas próprias conclusões.

È para tanto?


Compartilhe
@oEduardoMoreira