Início » Variedades » Apple processa startup por causa de uma pera

Apple processa startup por causa de uma pera

Compartilhe

A Prepear tem apenas cinco funcionários, e teve que despedir um deles para pagar as despesas de processo que a Apple moveu contra a empresa. Tudo porque o seu logo, uma pera verde, supostamente se parece com uma maçã.

Várias perguntas são lançadas imediatamente, como:

– Até que ponto uma pera verde lembra uma maçã mordida?
– A Apple tem o monopólio dos logos baseados em frutas?
– A semelhança é razoável?

 

Veja a imagem no topo do post, e julgue por você mesmo.

 

 

 

Bater nos pequenos por qualquer besteira é fácil, dona Apple…

 

 

A Prepear é uma startup que ajuda usuários a planificar suas refeições e descobrir novas receitas. Ou seja, não compete diretamente com a Apple, e seu nome é um jogo de palavras relacionados com uma pera, o que torna lógico que o seu logo seja uma pera (Prepear = preparar, em inglês, mas com a palavra Pear = Pera dentro do nome).

Quem poderia imaginar que a Apple iria se incomodar com uma pera verde que sequer está mordida? Pois é… alguém na Apple não gostou.

A Prepear recebeu um processo da Apple por violar o copyright da marca. E esse é o tipo de processo que, independente de qual lado está certo, custa milhares de dólares nos Estados Unidos, algo que uma empresa que tem apenas cinco funcionários não pode se permitir a sofrer.

A pequena startup teve que demitir um dos seus funcionários para pagar os gastos do processo, mas entende que tem a obrigação moral de lutar contra a agressiva ação legal da Apple. Mesmo porque nenhuma empresa nanica espera passar por essa experiência legal por causa de uma das gigantes de tecnologia. E parece estar muito claro que a startup não fez absolutamente nada de errado. Tanto, que ela pretende não jogar a toalha e modificar o seu logo.

Para a Prepear, agora é uma luta pelo direito de uso do logo, para enviar uma mensagem clara para as grandes empresas de tecnologia que assediar os pequenos negócios tem as suas consequências. A empresa iniciou uma coleta de assinaturas no Change.org para protestar contra esse tipo de iniciativa, e já acumulou quase 16 mil assinaturas.

Nem preciso dizer que estou torcendo pela Prepear nesse processo. A Apple precisa tomar uma pancada na cabeça e parar de se achar a toda poderosa que pode mover processos por qualquer bobagem. Vamos acompanhar os próximos acontecimentos.

 

 

Via 9to5Mac, iPhone in Canada


Compartilhe