10.000.

É um número enorme. Mas… a ESPN no Brasil alcançou a marca de 10.000 edições de um dos seus programas mais emblemáticos, o SportsCenter.

Para quem não sabe do que eu estou falando (muita gente), o SportsCenter é o noticiário esportivo da ESPN, o canal líder mundial em esportes. Me arrisco a dizer que este é o noticiário de qualquer segmento mais visto no mundo, uma vez que a versão norte-americana é exibida em escala global, e as versões regionais do programa estão ativas em uma rede que é uma das maiores do mundo.

Nos Estados Unidos, o SportsCenter existe desde o primeiro dia de vida da ESPN, em 7 de setembro de 1979. Porém, no Brasil, o formato do noticiário só desembarcou em 2000 e, ainda assim, em formato de 30 minutos.

Hoje, o SportsCenter é considerado “a Bíblia do jornalismo esportivo”. É a referência para quem quer se manter bem informado sobre o mundo dos esportes, com informação de credibilidade (hoje, em tempo real, através das diversas plataformas digitais) e comentários abalizados. E tudo isso é feito em uma linguagem moderna, ágil, inovadora, bem humorada e objetiva.

Por conta da forte presença dos esportes norte-americanos no canal, o SportsCenter da ESPN Brasil ganhou entornos de “revista eletrônica esportiva” mais abrangente em pelo menos uma de suas edições. Sim, pois o mundo dos esportes não vive só de futebol.

Porém, a edição do fim de noite/começo da madrugada, comandado por Paulo Soares e Antero Greco, sempre faz um resumo do que aconteceu no futebol brasileiro naquele dia. E todo fã de futebol que passa o dia trabalhando para pagar os boletos merece ficar por dentro do que aconteceu com seu esporte favorito.

As 10.000 edições do SportsCenter na ESPN Brasil vão além de um número ou um marco. São a consolidação do principal elemento que todos os que amam o jornalismo querem ver em qualquer veículo: a informação de credibilidade alcançando as massas.

E o mais legal é que isso é feito no canal líder mundial em esportes.