Recentemente, cientistas descobriram uma câmara dentro da Grande Pirâmide de Giza… algo que os criadores do jogo Assassin’s Creed: Origins já haviam “descoberto” (ou inserido) no game, que foi lançado quase uma semana antes da descoberta ser anunciada.

Bem sabíamos que o jogo era um fiel reflexo da precisão histórica, mas esse fato coloca tudo em outro nível.

Segundo Jean Guedson, diretor criativo do jogo, o time de Origins consultou sobre a discutida teoria de Jean-Pierre Houdin sobre a construção das pirâmides.

Em 2007, Houdin argumentou que a estrutura foi construída de dentro para fora, usando uma rampa em espiral, contrariando a ideia dos construtores levarem blocos de pedra por uma pendente externa.

Prevendo que o compartimento secreto seria revelado, os desenvolvedores do game seguiram adiante, e inseriram no jogo a câmara secreta.

E a aposta se pagou!

 

Via Kotaku