O que dizer sobre o evento de lançamento da nova família de smartphones ASUS Zenfone 5 no Brasil?

Que a ASUS quebrou a banca de vez.

Ou melhor, se recuperou do mal estar gerado no ano passado (no entendimento de muitos), quando apresentou os novos Zenfone 4 com preços acima do esperado. Dessa vez, temos produtos com valores bem razoáveis, uma adversária bem definida (a eterna nêmesis Motorola) e até algumas surpresas.

 

 

O ASUS Zenfone Max Pro não pode ser considerado uma ‘surpresa’. Algumas pessoas até chegaram a lembrar do fato que Marcel Campos (diretor de marketing global da ASUS) zombou sistematicamente a interface pura do Android. Porém, é importante observar que ele não voltou atrás no seu pensamento. Apenas reforçou que agora aqueles que gostariam de ter um smartphone da ASUS com interface Android em estado puro contam com uma opção.

E não fez maiores comentários.

 

 

O ASUS Zenfone 5 Selfie também já era esperado em nosso mercado. Aqui, a empresa asiática também mostrou foco claro no mercado brasileiro, apresentando produtos que atendem ao nosso perfil, e baseado no gosto dos usuários. Hoje, todo mundo dá prioridade para as selfies, e esses modelos atendem isso, com uma generosa câmera dupla frontal. Uma evolução direta do Zenfone 4 Selfie lançado no ano passado.

 

 

Mas o principal destaque do evento era mesmo o Zenfone 5. Seu preço sugerido foi dentro do que eu imaginava que ficaria esse dispositivo (R$ 1.999 para o modelo com 64 GB de armazenamento, R$ 2.249 para o modelo com 128 GB de armazenamento). Levando em consideração que o principal concorrente desse modelo é mesmo o Moto Z3 Play, ele não poderia custar muito mais do que isso.

Pelo contrário. No período inicial (e promocional) de vendas, ele vai custar a partir de R$ 1.799. Fez até lembrar o evento de lançamento do Zenfone 3, que causou furor entre os fãs da ASUS.

Por esse valor, ele se torna bem competitivo, ainda mais levando em consideração que tem mais margem de melhora técnica do que o modelo da Motorola. Porém, vale a pena um comparativo mais a fundo entre os dois modelos, e isso eu vou fazer em breve. Como fiquei com os dois smartphones por algum tempo, eu consegui compará-los de forma breve. Vou publicar os resultados no TargetHD.net nos próximos dias.

E esse Zenfone 5Z com preço de linha média premium?

 

 

A ASUS pode muito bem ter subsidiado o seu flagship para acabar com a concorrência de vez, já que oferece um top de linha com processador Snapdragon 845 com preço inicial sugerido de R$ 2.499. Mesmo o modelo mais completo, com 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento tem um preço bem interessante de R$ 3.399. Interessante, se levarmos em consideração os seus principais concorrentes de preço (Galaxy S9, Galaxy S9+, LG G7 ThinQ, algum modelo da Sony top de linha, etc).

Tudo bem, números não querem dizer nada. Mas para quem quer priorizar contar com um smartphone que entrega a sobra de desempenho para rodar jogos e apps mais pesados, sem se preocupar com espaço de armazenamento, entendo que o Zenfone 5Z com esse hardware pode eventualmente chamar a atenção de quem procura tais predicados no smartphone.

Por fim, entendo que a ASUS veio para quebrar a banca no mercado brasileiro. Apagou da boca o amargo deixado no ano passado, e entrega dispositivos que se alinham ao que o consumidor mais procura hoje. Talvez a marca necessite se expor mais nas mídias tradicionais e ser conhecida junto ao consumidor comum. Muita gente nem sabe que a ASUS fabrica smartphones, e essas pessoas precisam conhecer esses produtos, que são bons.

 

 

Mas entendo que o primeiro passo foi dado, e foi um passo certo. A relação custo/benefício da família Zenfone 5 é excelente em vários dos modelos.

É… a disputa acabou de ficar mais e mais acirrada.