Asus Zenfone 5 5Z  - ASUS ZenFone 5 e ZenFone 5Z: top de linha não precisa custar quase US$ 1.000

É a cara do iPhone X? É sim. Mas… quem se importa? Custa a metade do Galaxy S9!

A ASUS apresentou na Mobile World Congress 2018 os novos ASUS ZenFone 5 e ASUS ZenFone 5Z. Um modelo intermediário premium e outro top de linha, que não só se vale pela sua estética similar ao smartphone top de linha premium da Apple. Mesmo porque os taiwaneses nunca negaram que se inspiram sim na empresa da frutinha, por um simples motivo: funciona para eles.

A ASUS tem como principal objetivo atender aos anseios dos consumidores da Ásia e América Latina, especialmente o Brasil. Esses mercados querem sim dispositivos com estética similar aos da Apple, mas não querem pagar o que a Apple cobra pelos seus produtos. E a ASUS faz isso pelo seu consumidor. Porque funciona.

Eu mesmo gostaria de ver smartphones com maior identidade visual. Eu ainda temo que todos os principais dispositivos do mercado de telefonia móvel terão a mesma cara sempre, com a mesma estética. Por outro lado, eu não me importo mais com isso se o dispositivo em questão oferecer uma qualidade final dentro do que eu espero, não só na construção, mas principalmente na experiência de uso.

Dito isso, os novos ZenFone 5 e ZenFone 5Z são, até certo ponto, surpreendentes. A ASUS apostou em várias frentes para entregar soluções que podem convencer o usuário médio, como os recursos de inteligência artificial em pontos sensíveis do dispositivo (tela, câmeras, processador, bateria), além da já consolidada proposta de câmera dupla e a tela full frontal, que virou tendência.

Porém, o mais importante de tudo isso continua a ser a excelente relação custo-benefício que o dispositivo oferece. O ZenFone 5Z com Snapdragon 845, 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento por apenas 479 euros é uma vitória. A prova cabal que é possível sim ter um smartphone top de linha que não precisa custar mais de 800 euros para atender quem só quer ter um dispositivo premium bonito, potente e com atualizações garantidas por pelo menos dois anos.

Se a ASUS não vai mudar as posições do Top 5 dos maiores vendedores de smartphones, pelo menos vai colocar muita gente para pensar se realmente precisamos gastar esse dinheiro todo para ter nas mãos um produto de qualidade premium.

Não acredito que o ZenFone 5Z chegará em um preço muito competitivo no Brasil. Mas se custar pelo menos a metade do que será cobrado pelo Galaxy S9 (que vai chegar bem caro no mercado brasileiro), já será uma vitória. Já é possível imaginar a ASUS fazendo muito barulho por aqui por conta desses novos modelos.

E eu quero ver esse barulho bem de perto.