Compartilhe

Essa moda de videogames retrô vai me deixar falido, depressivo e ouvindo CDs do Teatro Mágico em looping por não poder investir o meu dinheiro nessas pequenas maravilhas. O último objeto de desejo da minha vida que não vou poder adquirir com tanta facilidade é o novo Atari Mini Pong Jr, um console baseado em um dos primeiros jogos de videogames da história, o Pong (1972).

O que me consola é que muito provavelmente você, que está lendo este post nesse momento, também não vai conseguir comprar este produto.

 

 

 

É sempre bom saber apreciar um clássico

 

 

Não é um absurdo dizer que praticamente todo mundo no planeta Terra ou já jogou o Pong, ou já viu o jogo pelo menos uma vez na vida. O título foi clonado milhões de vezes em todos os dispositivos existentes, de modo que ele não é um ilustre desconhecido para qualquer pessoa que hoje usa um smartphone ou computador.

Fato é que este é um dos primeiros videogames da história, e toda homenagem para ele pode ser insuficiente. O Atari Mini Pong Jr recria essa obra prima em versão reduzida, com o modo para dois jogadores devidamente preservado. É o primeiro grande sucesso global da história dos videogames.

Sua jogabilidade é simples: basta girar o controle circular para mover uma barra (que faz o papel de uma raquete) e golpear um pequeno quadrado (que faz o papel de uma bola). E foi justamente esta simplicidade na hora de jogar que construiu o sucesso do jogo. Naquela época, essa mecânica era completamente nova, e se tornou muito popular rapidamente.

O Atari Mini Pong Jr conta com 30 centímetros de largura, possui tela LCD de 7.9 polegadas e dois controles para que duas pessoas possam jogar. O produto também conta com um modo de Inteligência Artificial para que um jogador dispute partidas com o computador, com 10 níveis de dificuldade a serem explorados. O dispositivo é alimentado por um cabo USB, mas ele é 100% portátil e compatível com baterias recarregáveis.

O novo Atari Mini Pong Jr será lançado nos Estados Unidos e na Ásia, e seu preço não foi revelado. E, falando bem sério: espero que você consiga um desses, e viva a felicidade que eu não vou viver.

Triste, mas é a realidade.

 


Compartilhe