Está ficando chato e irritante. Virou moda os fabricantes trapacearem na hora de promover as características dos seus produtos de tecnologia, especialmente quando falamos das câmeras de smartphones. E dessa vez, foi a toda poderosa (quase virgem imaculada) Apple.

Para comemorar o ano chinês, a Apple lançou um vídeo que foi 100% gravado em um iPhone XS. Bom, pelo menos na teoria, ou dentro do imaginário popular. Porém, tecnicamente, não é bem assim que a banda toca.

O filme The Bucket mostra algumas cenas do cotidiano na China, acompanhando as aventuras de um cidadão na sua jornada de volta para a sua cidade após a tradicional visita à aldeia natal, tradicionalmente feita nessa época do ano naquele país.

O filme oficialmente foi apresentado como o resultado final de imagens que foram totalmente capturadas pelas câmeras de um iPhone XS. Porém, algumas cenas daquela campanha levantaram sérias dúvidas se realmente todo o vídeo foi capturado exclusivamente pelas câmeras do smartphone da Apple.

Uma das cenas que levantaram suspeitas foi onde o efeito de profundidade de campo parece ser mais realista do que aquele produzido pelos efeitos simulados em um iPhone, além de algumas cenas onde apareceu um suspeito efeito de desfoque nas margens da imagem.

 

 

Pois bem, a suspeita foi confirmada pela pela indicação que foi utilizado um “hardware adicional” na captura das imagens. E aqui podemos entender isso como conjuntos adaptados para lentes profissionais.

 

 

Embora tal aditivo não retira o mérito do vídeo ser filmado pelas lentes de um iPhone XS, não deixa de ser um pouco de enganação tentar fazer passar a ideia de que tudo o que foi registrado passou exclusivamente pelas lentes do smartphone da Apple.

E olha, que temos vários exemplos profissionais que mostram como as câmeras do iPhone são excelentes para registro de imagens. Ou seja, não precisava disso, não é, dona Apple?

Mesmo assim, é menos pior do que a tática adotada por outras marcas, que anunciam fotos dos seus smartphones que depois são reveladas que foram capturadas por câmeras profissionais.

De qualquer forma, não precisava ser assim em todos os casos.