Compartilhe

Uma pesquisa da Kronos e do Instituto Workforce indica que teremos uma alta taxa de ausentismo laboral amanhã, 20 de maio, por causa do series finale de Game of Thrones, que será exibido hoje, 19 de maio.

Com estimados 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo assistindo cada episódio da temporada final da série, mais de um terço (34%) dos trabalhadores norte-americanos que participaram da pesquisa afirmam que planejam ver o episódio final de Game of Thrones no domingo à noite. Se isso acontecer, teremos um dos 10 series finales mais assistidos da história da televisão.

O destino de Westeros também terão consequências no mundo real, com estimados 27.2 milhões de funcionários norte-americanos que admitiram que o final de Game of Thrones vai afetar as suas responsabilidades laborais.

 

 

Fatos que explicariam o ausentismo laboral por causa de Game of Thrones

 

Um estimado de 10.7 milhões de pessoas que planejam assistir ao final afirmam que vão faltar no dia seguinte ao trabalho para poder ver quem fica com o trono de ferro, e 5.8 milhões que trabalham aos domingos a noite planejam utilizar um dia de suas férias, um dia de incapacidade ou pedir permissão para assistir ao series finale ao vivo.

Aproximadamente 2.9 milhões de trabalhadores pretendem atrasar no horário de entrada ao trabalho na segunda-feira, enquanto 3.4 milhões vão trabalhar de casa, quando normalmente não fazem isso. Um em cada cinco fãs de Game of Thrones (21%) planejam ver o final fora de casa.

 

 

Temporada final de Game of Thrones afetou a produtividade

 

 

A temporada final de Game of Thrones afetou também na produtividade das pessoas. 20.4 milhões de funcionários admitiram que ver a temporada final afetou o seu desempenho no trabalho, com 4.4 milhões faltando ao trabalho especificamente para ver os episódios novamente, para recordar fragmentos essenciais da série ou para ficar em dia com todos os episódios.

12.7 milhões de funcionários que estão assistindo a temporada final afirmam que passam cinco ou mais horas da semana falando, lendo ou publicando nas redes sociais sobre Game of Thrones, enquanto que outros 16.5 milhões admitem que passaram entre uma e quatro horas na semana fazendo isso.

35.8 milhões de colaboradores passaram ao menos uma hora por semana (horas laborais) lendo ou publicando na internet sobre a série, mesmo sem assistir aos episódios.

Entre os personagens mais prováveis a ocupar o trono de ferro (na opinião dos entrevistados), um em cada quatro funcionários (28%) que assistem a série afirmam que gostaria que Jon Snow fosse o seu chefe.

Tyrion Lannister foi o segundo mais popular para o posto de chefe (12%), e Daenerys Targaryen (antes da loucura) foi a terceira mais votada (9%). Até Cersei Lannister recebeu votos (2%), de forma surpreendente.

De um modo geral, a maioria dos funcionários preferem um gerente como o da casa Stark (43%), deixando a casa Lannister em segundo (17%), com Arya Stark (7%) recebendo a segunda posição dos mais votados do norte.

 

Via Workforce


Compartilhe