Início » Resenhas e Reviews » Barry (HBO, 2018) | Série em Review

Barry (HBO, 2018) | Série em Review

Compartilhe

O humor negro se caracteriza por fazer piada da desgraça alheia e de tudo o que acontece de ruim na vida das pessoas. Barry, a nova comédia da HBO protagonizada por Bill Hader, fica com os dois pés nessa premissa.

A série segue Barry, um antigo mariner que trabalha como assassino profissional. Ele se envolve com um novo golpe relacionado com a máfia, onde ele tem que matar um donnadie que tem um caso com a mulher do chefe.

Barry descobre que sua vítima é um ator amador, fascinado com o novo mundo. Por isso, ele enfrenta dúvidas éticas e morais, pois começa a se apegar à sua vítima, contrariando os chechenos que os contrataram para matá-lo.

 

 

O que choca em Barry é o fato da série está na HBO. Não pela qualidade, mas por ser um tipo de comédia bem diferente do que o canal exibe hoje. É quase uma sitcom onde o protagonista fica fora de sua zona de conforto.

Barry combina o humor negro com a claque tradicional, mas que funciona muito bem. As referências, o humor físico que arranca a gargalhada e as piadas fáceis estão lá, mas sem evitar o riso pelo riso. Aliás, a própria série faz piada disso, com uma referência que deixa claro que a mesma poderia perfeitamente ser exibida pela NBC.

Nada mal, especialmente porque não faz o espectador de idiota. Isso foi feito em partes sabendo que Bill Hader passou pelo Saturday Night Live, caracterizado pelo humor físico e de situação.

 

 

No geral, Barry é uma série hilariante, com todas as situações apresentadas. Hader está muito bem como protagonista, sendo uma espécie de ‘Dexter cômico’, já que possui uma complexão similar ao de Michael C. Hall.

Barry não decepciona aos fãs da comédia no estilo de SNL. A série mostra que conhece muito bem os tempos de comédia, e sabe executar isso tanto no roteiro como na atuação.

Renovada para a segunda temporada, podemos esperar uma narrativa muito mais interessante, em uma das comédias mais interessantes da primeira metade de 2018.

Pode ser diversão garantida para quem abraçar a série do jeito que ela é.

 

 


Compartilhe