blat

O Blat é um cachorro de três anos e meio, e é resultado de uma cruza das raças Labrador Retriever e Pitbull. Ele é um cão especial pois usa o seu olfato para diagnosticar um câncer de pulmão, e sua eficiência é assombrosa.

Ele é um avanço importante na hora de melhorara a detecção precoce desse tipo de câncer, que é o mais comum, o mais frequente e o que mais mata nesse momento. Mesmo com a melhoria de todos os métodos tradicionais de detecção, 75% dos pacientes são diagnosticados quando o tumor já está fora dos pulmões, complicando assim o tratamento.

Logo, Blat pode ser o futuro de um diagnóstico antecipado. Ele foi treinado por meses para distinguir mostras procedentes do hálito de pacientes com câncer no pulmão. Foam 395 mostras coletadas de 113 indivíduos, onde 85 padeciam de tumor pulmonar e 28 não estavam doentes, e eram indivíduos de controle do estudo.

Blat é capaz de acertar em 95% dos casos de amostras de pessoas com câncer, e 98% das amostras de pessoas saudáveis.

 

 

O cachorro é capaz de perceber os compostos orgânicos voláteis que se liberam com o hálito, cuja composição varia em pacientes com diferentes enfermidades metabólicas, neurológicas ou gastrointestinais.

Os resultados mostram que o treinamento por reforço positivo dos cachorros pode ajudar aos animais a identificar e diagnosticar diferentes tipos de câncer. Agora, estumas mais amplos serão feitos para avançar nesse método. É preciso ter cautela ao analisar os resultados entregues por Blat, já que estamos falando de um único animal que teve resultados excepcionais com uma mostra limitada de rumores.

 

+info

Leia também:  A dura rotina do técnico em informática da USS Enterprise 1701‑D