Ir ao conteúdo

Bronca em militar só porque ele se atrasou por querer comprar um PS5

Compartilhe

Todo mundo quer um PS5. Até eu. Só que eu não tenho dinheiro para isso agora. Tenho outras prioridades na vida, e uma delas é fazer esse post ser lido por você e por outras pessoas. Porém, tem muita gente abrindo mão de outras prioridades para gastar mais tempo que o necessário para comprar o novo console de videogames da Sony.

Esse desejo quase incontrolável em ter o PS5 antes de todo mundo (ou de pelo menos ter o console em casa para as jogatinas de final de ano) está entregando para o mundo situações muito inusitadas. Por exemplo, a Força Espacial dos Estados Unidos advertiu um piloto de forma “injusta” e sem qualquer tipo de possibilidade de defesa, por um motivo que qualquer um de nós entenderia que era razoável: ele se atrasou para um treinamento porque comprou um PS5.

 

 

 

Um exagero, convenhamos…

 

O militar deveria chegar na base de treinamento às 11h da manhã, mas decidiu sair da rota do seu trabalho para entrar em um centro comercial e cumprir com a missão dada para qualquer adulto que quer ter um pouco de paz e alegria nesse final de 2020: comprar o tão popular PS5.

A parte mais engraçada da notícia foi a forma em como o militar decidiu responder aos seus superiores sobre o atraso. Ele simplesmente publicou a mensagem: YOLO, PS5 > Notificação disciplinar.

Vale lembrar que YOLO é uma sigla para o inglês da expressão “You Only Live Once” ou “Você Só Vive Uma Vez”, em livre tradução.

Expressão essa que define o que foi 2020 para muita gente, em vários aspectos.

 

 

Já a carta de advertência enviada até que foi delicada ao abordar o assunto, afirmando que o militar insinuou ao seu supervisor que comprar um PlayStation era mais importante que as consequências disciplinares (e não é), e que esse ato mostra uma extrema falta de profissionalismo que se espera do seu cargo. Não está claro se o piloto conseguiu comprar o tão desejado console de videogame, mas já existe um processo de apelação em relação à notificação disciplinar.

É sempre importante lembrar que você jamais deve responder ao seu superior (independente da profissão que você possui) com um meme ou uma frase de reflexão em forma de piadinha infame. Obviamente, quem age dessa forma deve responder pelos seus atos.

Mas… será que não dá para considerar? Afinal… estamos falando do PS5!

 

 

Via Task & Purpose, NY Post


Compartilhe
Publicado emAprendeação IgonoranteGamesVariedades