Compartilhe

A internet é uma terra sem lei. O mundo da publicidade, também. As empresas fazem de tudo para promover as suas marcas, produtos e serviços nas redes sociais, e usar de bom humor para isso é fundamental. Outra forma de se promover na internet é copiando os outros.

Estava eu acessando o meu Twitter como todo e qualquer bom brasileiro que paga os seus impostos e produz dinheiro para os políticos gastarem, até que eu me deparei com uma peculiar postagem do Burger King Brasil.

E… 9 horas da manhã, já temos treta na TL entre o Burger King e o McDonald’s. De novo.

 

 

– Posso copiar?
– Claro. Só não faz igual!

E foi bem isso o que aconteceu.

Não é novidade para ninguém que se alimenta regularmente nas redes de fast food brasileiras que os principais nomes desse mercado estão “se inspirando umas nas outras” para oferecer os seus produtos e serviços, na tentativa desesperada de conquistar carteiras, cartões de crédito e estômagos de brasileiros que amam esse tipo de comida.

Porém, o que está acontecendo nesse momento é a cópia. A clonagem da oferta. Pura e simples.

O Burger King acusa o McDonald’s de clonar a sua oferta de 4 itens do cardápio por R$ 19,90. Aliás, é preciso deixar claro que essa é uma das composições mais baratas para quem gosta de se alimentar com fast food (peço desculpas a todos que não consideram o fast food como comida, mas é o que temos para hoje nesse post), pois entrega uma “refeição completa” (peço desculpas de novo aqui), pois contém o lanche, a batata frita, o refrigerante e o sundae de sobremesa.

E, de fato, pela foto publicada na conta oficial do Burger King, o McDonald’s simplesmente clonou a oferta, sem oferecer qualquer vantagem ou diferencial para atrair clientes.

É claro que muitos podem dizer que a batata do Burger King é melhor que a do McDonald’s (e é mesmo) e que Coca-Cola é melhor que Pepsi (e é mesmo), e que o sundae do McDonald’s é imbatível (há controvérsias). Mesmo assim: não seria melhor ter alguma diferença relevante aqui?

 

 

E a zoeira na internet? Como é que tá?

Bombando com o fogo no parquinho.

Logo cedo, os internautas comem o seu pobre café da manhã pensando no almoço em um dos dois fast foods, se deliciando com os memes e as respostas bem humoradas sobre o assunto.

Tem gente incitando o hate entre as duas redes de fast food, pedindo para o Burger King responder a altura (ou colocando um quinto item no combo, ou oferecendo o seu combo por apenas R$ 4.90, o que seria o meu sonho). Mas tudo em tom de zoeira sem limites.

Se bem que tem gente que não sabe brincar com a briga alheia.

O pessoal da Blowtex Brasil, por exemplo. Decidiu fazer graça no Twitter e teve que enfrentar rapidamente o QI avançado dos internautas brasileiros, que não deixam a bola quicando na frente.

No final das contas, vamos esperar pela resposta do Burger King Brasil, e desde já eu sou #TEAMBK nessa treta contra o McDonald’s. Especialmente se o hipotético quinto item da promoção resposta for a onion rings do BK que eu tanto amo #sonhomeu.


Compartilhe