@oEduardoMoreira

Crônicas do mundo tech, baseadas no meu mundo (ou não)

Arquivo para a cateoria: Carros

C5 Blast, o kart mais rápido do planeta

by

C5 Blast

 

O CS Blast pode ir de 0 a 60 milhas por hora em apenas um segundo e meio, e por isso pode ser considerado o kart mais rápido do planeta, além de entregar a melhor aceleração para um veículo de quatro rodas.

O milagre se produz com a ajuda de um sistema de propulsão elétrica e um peso muito leve. Seu motor de 48v/10kW manda a energia para as rodas traseiras, e se alimenta de uma bateria de 2.400 Wh.

12 ventiladores instalados no kart ajudam na tarefa. Cada um deles é alimentado com uma bateria de 5.000 mAh.

Quatro deles ficam nas costas do piloto, gerando um empuxo de 60 kg para frente, e os oito restantes empurram para cima, reduzindo assim o peso do kart (200 kg) pela metade.

 

 

Mesmo sendo caro, o C5 Blast deve ter os seus interessados, já que corridas de kart podem ser decididas pela aceleração.

O veículo é fabricado pela canadense Daymak, e custa US$ 60 mil, o preço de um Tesla Model S mais simples. Há uma versão mais acessível a US$ 10 mil. que não conta com os 12 ventiladores, mas mantém uma aceleração brutal, indo de 0 a 60 milhas por hora em quatro segundos.

Outros veículos devem aproveitar essa tecnologia desenvolvia pela Daymak. Vamos esperar por novidades.

 

Mitsubishi relança o clássico Model A para comemorar os seus 100 anos de vida

by

 

Para comemorar os seus 100 anos da venda do seu primeiro carro, a montadora japonesa Mitsubishi relançou o Model A, que teve poucas unidades comercializadas.

De lá para cá, a empresa cresceu, se tornando a principal montadora do Japão, e a sexta em vendas no planeta.

O Model A volta à vida pelas mãos da West Coast Customs, empresa especializada em remodelação de automóveis, depois de um acordo com a Mitsubishi Motors North America.

O carro não está a venda, e nem mesmo está previsto para funcionar. O novo Model A conta com as mesmas características do passado, mas com motor híbrido conectado. O mais provável é que a única unidade produzida descanse em um museu ou passeie em eventos selecionados.

 

Via Geek.com

Larry Page investiu em um carro voador, que de carro, não tem nada… mas ao menos voa!

by

carro voador

 

Larry Page, co-fundador da Google, investiu US$ 100 milhões em duas startups, a Zee.Aero e a Kity Hawk, dedicadas ao segmento de carros voadores. E já vê os primeiros resultados do seu investimento.

O Kitty Hawk Flyer é (por enquanto) um “hidro-drone” gigante, que pode transportar uma pessoa. O veículo é 100% elétrico e nessa fase de desenvolvimento pode atuar como hidroaviões, mas sem precisar de uma licença de piloto para operar.

O primeiro voo do veículo foi publicado, e no vídeo podemos ver a aparência e seu funcionamento preliminar. A boa notícia é que o Kitty Hawk Flyer, efetivamente, voa.

Não sabemos preço, mas o produto deve chegar ao mercado no final de 2017. A empresa criou uma lista de espera prioritária, onde os membros precisam pagar US$ 100 para participar de eventos e testes em simuladores de voo.

Os “parceiros” da lista também podem adquirir o produto com um preço final de US$ 2.000. Não há planos de distribuição do veículo para fora dos Estados Unidos.

Ou seja, se você pensava em flutuar em cima do lago vizinho da sua casa com um veículo como esse, vai ter que esperar mais um pouco, ou importar a brincadeira direto dos Estados Unidos.

Mas… relaxe. Ainda é um protótipo. Espere a terceira atualização da primeira versão final para começar a pensar na compra.

Vídeo demonstrativo a seguir.

 

 

Via TechCrunch, The New York Times

Uma “armadilha” para os carros autônomos

by

 

Sabendo que os carros autônomos precisam seguir as leis do trânsito, um artista britânico criou uma armadilha para eles. De uma forma simples, quase imbecil.

Ele pintou um círculo com uma linha contínua e outra tracejada no exterior. Logo, o carro entrava no círculo, mas nunca mais poderia sair dali.

A ideia tinha como objetivo chamar a atenção para as situações que esses carros autônomos terão que aprender a enfrentar. Nesse caso, nem é tão válida, já que o vídeo na verdade foi feito com um carro convencional.

Mas é fato que os sistemas automatizados terão efeitos ativos no comportamento do veículo, e será inevitável que situações inusitadas vão aparecer, onde alguém vai tirar partido para fins difusos daqueles que os sistemas foram originalmente concebidos.

Fica a reflexão.

Vídeo a seguir.