Category Archives: Eventos Que Participei

Vou conversar com o Wolverine no domingo, dia 19 de fevereiro

by

Wolverine

 

É claro que o meu trabalho vale a pena! Sempre valeu!

Acabei de receber a confirmação da assessoria de imprensa que cuida da divulgação do filme Logan no Brasil de que estou oficialmente credenciado para a cabine de primeira projeção do filme, acompanhado de coletiva de imprensa com o protagonista do longa, o ator Hugh Jackman.

Tudo acontece no dia 19 de fevereiro (domingo). Ou seja, vou preparar minha mochila porque é jornada relâmpago para São Paulo (SP).

 

 

Essa coletiva é importante porque houve um certo processo de seleção para determinar os veículos de imprensa que participariam desses dois eventos.

Por isso, valorizo esse convite.

É sinal que o trabalho do SpinOff.com.br esta sendo reconhecido e valorizado, que o investimento em produção de conteúdo original está se pagando, e que, apesar de todas as dificuldades dos últimos meses, estou entregando um conteúdo que é visto como relevante.

Nessas horas, entendo que o objetivo final é alcançado. E que tudo está valendo a pena para que essa jornada seja plena.

Contarei tudo o que acontecer por lá no SpinOff.com.br. Não sei se poderei dissertar sobre o filme de imediato (normalmente existe um embargo onde só podemos publicar críticas e reviews em uma data específica). Mas de qualquer forma, farei o registro da minha participação nessa coletiva.

Afinal de contas, não é todo dia que se encontra o Wolverine, não é mesmo?

Fui convidado para o ASUS OnBoard 3!

by

ASUS OnBoard 3

 

Hoje é 9 de fevereiro. Eu completo 38 anos. E não paro de receber presentes.

Para começar, da vida. Aqueles que observam meu trabalho, que me apoiam, que acompanham o meu caminhar e tudo o que estou fazendo para progredir e prosperar.

E mais uma prova que estou no caminho certo é essa aqui acima: o convite para o ASUS OnBoard 3.

 

O ASUS OnBoard é um evento anual da ASUS, que tem como objetivo apresentar vários dos seus lançamentos que chegarão ao mercado ao longo do ano.

No primeiro ano (2015), o evento apresentou uma série de novos notebooks com Windows, cobrindo diferentes gamas de preço.

No segundo ano (2016), o grande destaque foi o smartphone ASUS Zenfone Zoom, um smartphone com uma poderosa câmera traseira para registro de fotos e vídeos.

 

 

Dessa vez, tudo leva a crer que o grande destaque do evento sera o ASUS Zenfone 3 Zoom, modelo apresentado lá fora em janeiro de 2017, e deve chegar com a promessa de ser não apenas um iPhone Killer, mas um iPhone Killer definitivo (parecia que com o Zenfone 3 Deluxe ainda haviam algumas dúvidas).

O novo smartphone possui uma tela de 5.5 polegadas (Full HD), câmera traseira dupla de 12 MP com abertura de f/1.7, câmera frontal de 13 MP e uma bateria com generosas 5.000 mAh, e um corpo tão fino. Aliás, sobre esse último item, a ASUS mostrou que isso é possível, já que colocou 4.100 mAh em um esbelto Zenfone 3 Max.

O modelo trabalha com processador Snapdragon 625 octa-core de 2 GHz, com GPU Adreno 506, trabalhando com 4 GB de RAM e versões com 64 GB, 128 GB e 256 GB de armazenamento.

Nos números, é um autêntico monstro (quem sabe para ficar perfeito ele poderia receber um Snapdragon 835 ou pelo menos um Snapdragon 821). Vamos esperar para que ele entregue uma experiência de uso que corresponda às expectativas.

Espero poder pelo menos testar o novo dispositivo durante o evento.

Tudo indica que sim.

No evento da Lenovo, no shopping JK Iguatemi em São Paulo

by

lenovo yoga art

 

Seguindo com minhas jornadas de cobertura de eventos de tecnologia.

Estive ontem (12) em São Paulo (SP) para o evento Lenovo Yoga Art, que marcou o lançamento do novo notebook 2 em 1 da empresa, o Lenovo Yoga 910.

O evento aconteceu no luxuosíssimo shopping JK Iguatemi. É um local meio fora de mão no que se refere ao deslocamento, mas é compreensível a escolha por conta do perfil de produto que estamos falando.

Além disso, a assessoria de imprensa da Lenovo foi muito gente boa, oferecendo códigos de desconto do Uber, para que todos pudessem ir e voltar aos seus destinos com segurança e praticidade.

 

 

O ambiente estava todo decorado de acordo com a principal proposta que a Lenovo queria passar com o evento: a inovação.

Todo o ambiente remetia à criatividade dos designers e grafiteiros que customizaram alguns dos notebooks da empresa. Sem falar no ar descolado que toda a proposta de ambiente ofereceu.

 

 

Apesar dessa proposta mais despojada e do ambiente mais informal (a apresentação foi rápida e sem todos os protocolos que normalmente possui uma apresentação como essa), o tratamento foi requintado e sofisticado.

Bebidas e aperitivos de alto padrão, alinhados com o local do evento. E até com o preço do produto, que é para poucos: o Lenovo Yoga 910 custa nada menos que R$ 12.499.

 

 

Mas o que importa é que o evento foi um sucesso.

Foi bom para rever colegas blogueiros de tecnologia, jogar conversa fora, e até mesmo discutir sobre alguns temas do setor já em perspectiva de final de ano.

 

 

Até porque nas editorias já estamos em ritmo de retrospectiva 2016.

Um ano que se recusa a acabar.

 

No Kinoplex, para a cabine de Minha Mãe É Uma Peça 2

by

kinoplex

 

Em São Paulo. De novo. E dessa vez, com muita chuva.

Estive no Itaim Bibi, no Cinemas Kinoplex, para a cabine do filme Minha Mãe É Uma Peça 2.

Nada posso falar do filme por enquanto, pois existe um embargo de publicação. Mas no dia 22 de dezembro, data de estreia do longa no Brasil, eu prometo que conto tudo em texto e vídeo lá no SpinOff.com.br.

Fato é que está sendo bom poder variar de tempos em tempos os tipos de eventos que participo. Passei o ano todo envolvido com os eventos de tecnologia, e é ótimo poder cobrir aquilo que está relacionado ao conteúdo de entretenimento.

Até porque este é meu outro campo de atuação editorial.

 

 

Aproveito a oportunidade para agradecer a assessoria de imprensa por oferecer a oportunidade em assistir ao filme antes.

Esse tipo de cabine é importante, pois acabo antecipando tempo para poder dissertar melhor sobre o longa que acabei de assistir.

Aliás, enquanto a chuva ainda cai em São Paulo, eu já produzo o material que será publicado no blog no dia 22 de dezembro.

É uma forma de ganhar tempo e não deixar nada atropelado para depois.

Até porque o evento da Lenovo só começa depois das 18 horas.

Ou seja, a tarde promete ser um pouco longa…

Eu, no evento de upfronts 2017 da HBO em São Paulo

by

 

HBO, sua linda!

Nem tudo na minha vida é tecnologia. Fazia um bom tempo que eu não ia para um evento de entretenimento, e com minha mudança para Santos (SP), os convites começaram a aparecer. E como a HBO Latin America ainda está comemorando os seus 25 anos de atividades, aconteceu nessa semana o evento de upfronts 2017 dos canais do grupo, no Espaço Gardens.

Estive em São Paulo (SP) na última quarta-feira (7) para este evento. Mas antes de ir para os lados de Pinheiros…

 

 

Avenida Paulista, sua linda!

Passei por esse ponto logo pela manhã, para comprar um case de silicone para o ASUS ZenFone 3. Acho que paguei caro por ele (R$ 20), mas entendo que, em virtude do horário (antes das 9h da manhã), encontrar uma das lojas dos coreanos aberto foi uma vitória.

Pela logística que me estabeleci (saindo de Santos às 7h da manhã e chegando em São Paulo às 8h), eu tinha tempo de sobra para chegar ao local do evento. Por isso decidi fazer essa pequena jornada até a Paulista.

 

 

O Espaço Gardens estava bem decorado, com dois ambientes definidos, inspirados em duas das estreias da HBO para 2017.

Um deles oferecia massagens aos presentes, em um clima indiano, inspirado na série A Vida Secreta dos Casais, protagonizada por Bruna Lombardi. Com muito incenso e massagens, os presentes podiam relaxar um pouco antes do evento começar.

 

 

O outro ambiente do evento era um jardim que remetia à nova série argentina do canal, El Jardín de Bronce.

 

 

O clima era de festa, e não poderia ser diferente. A HBO ainda comemora os seus 25 anos de América Latina, e este foi apenas um dos eventos que ele realizaram em 2016 para comemorar esse importante marco.

 

 

A ida ao Espaço Gardens valeu a pena. Foi bom para rever os colegas dentro do segmento de entretenimento, conhecer outros profissionais e blogueiros do setor, além de ampliar a rede de contatos profissionais.

 

 

Mais uma vez, agradeço a assessoria da HBO Latin America pelo convite! 🙂

Dei entrevista para a Radio France Internacional, sobre a crise do Galaxy Note 7

by

radio-france-international

 

Eu fui um dos que acompanhei de perto o caso do Galaxy Note 7 que pegava fogo. Escrevi muito sobre o assunto no TargetHD.net, e fui um daqueles que, dentre os veículos brasileiros, fui um dos primeiros que comentou sobre o fim do produto no mercado.

Não apenas por conta da audiência e repercussão que o assunto gera, mas principalmente porque era um assunto de interesse geral. A Samsung tem um grande número de clientes no Brasil, e muitos esperavam o Galaxy Note 7 com certa expectativa.

Infelizmente, o produto jamais chegou ao mercado brasileiro, e jamais chegará. Mas pelo menos o consumidor brasileiro teve acesso à toda a informação possível e imaginável sobre o tema. E fico feliz por ter feito parte disso de alguma forma.

 

 

E hoje, a Radio France Internacional ouviu minha opinião sobre o Galaxy Note 7 explosivo

 

A entrevista da RFI tinha como objetivo buscar a opinião de um especialista de tecnologia brasileiro (no caso, eu) sobre o tema. Apesar do Brasil não receber o produto, o termômetro do brasileiro era importante para eles, uma vez que ainda somos um mercado relevante.

Foi bom poder conversar por pelo menos 15 minutos sobre mercado mobile, aspectos técnicos do problema e opinar de forma séria sobre tudo o que está acontecendo com a Samsung nesse momento.

Ter a chance de falar sobre o Galaxy Note 7 explosivo para um veículo desse porte só reforça que o meu trabalho está seguindo o caminho correto, e que começa a ter uma visibilidade maior, com mais consistência e qualidade.

 

Para ler a matéria publicada hoje na Radio France Internacional, clique aqui.

Eu estou mais ZEN hoje… #Z3nvolution

by

20161006_174411

Eu ADORO receber coisas. Quando o carro dos Correios para na porta de casa, é uma alegria imensa. É quase um Natal antecipado. Nesse caso, o que chegou aqui em casa foi uma caixa da ASUS.

Na verdade, já era esperada essa caixa, pois a assessoria da ASUS entrou em contato comigo por telefone para alertar sobre essa encomenda… e sobre um convite muito interessante.

Sim… isso mesmo… o ASUS Zenfone 3 (e toda a família de produtos envolvidos dentro dessa série) está chegando ao Brasil.

 

Mais um evento de tecnologia para o final de outubro

 

20161006_174420

 

O kit enviado pela assessoria de imprensa da ASUS contém o convite para o evento propriamente dito, com um QR Code para acesso ao conteúdo, tanto para a imprensa como para o consumidor.

Também contém um óculos em formato cardboard, para que o usuário acompanhe o evento ao vivo com a ajuda da tela do seu smartphone. Inclusive há uma recomendação para que o usuário acompanhe a transmissão sentado em uma cadeira giratória, para oferecer uma experiência ainda mais imersiva.

E, como ninguém é de ferro, temos um balde de pipoca, a pipoca propriamente dita, e um baralho Zenny (o mascote da ASUS), para aquele truco nosso de cada dia.

 

Lançamento do ASUS Zenfone 3 no Brasil: dia 25 de outubro

 

20161006_1744320

 

Pelo terceiro ano consecutivo, o TargetHD.net, meu blog de tecnologia que eu produzo de forma orgulhosa há oito anos, é convidado para o evento de lançamento dos smartphones top de linha da ASUS.

Em todos os lançamentos, recebi o produto para testes e reviews de forma antecipada, e sempre fui muito bem tratado pela sua assessoria de imprensa ao longo do ano e nos eventos que participei.

Entendo que, mesmo em tempos de crise econômica, a ASUS ainda está investindo de forma séria no mercado brasileiro, fazendo muito barulho nos seus lançamentos.

Isso é positivo para o mercado, e me agrada muito ser parte desse processo.

Nos encontramos no dia 25 de outubro em São Paulo. Todos os detalhes desse lançamento você poderá conferir no TargetHD.net, ou no meu Twitter, @oEduardoMoreira.

 

Eu conheci o troféu Vince Lombardi, o símbolo máximo da NFL

by

2015-12-04 18.26.26

Como perder uma oportunidade dessas?

O troféu Vince Lombardi, entregue à equipe campeã do Super Bowl (final do campeonato de futebol americano da NFL) está no Brasil. Bom, pelo menos estava entre os dias 4 e 5 de dezembro, no Shopping Eldorado, em São Paulo. Essa preciosidade esportiva veio ao Brasil em uma ação da Visa, e como eu estava em São Paulo nesse período, era impossível perder essa oportunidade.

Apesar de ser um final de tarde de sexta-feira, a fila para tirar uma foto com o troféu não estava muito grande. A espera foi de aproximadamente 30 minutos. O mais legal de ficar em uma fila para esse tipo de ação é que fatalmente você vai encontrar fãs do esporte conversando sobre o assunto de forma amistosa, sem muitas agressividades. Tudo bem, tinha gente declarando seu ódio para determinadas equipes, mas tudo dentro de um limite de respeito e educação. Não há o fanatismo agressivo do futebol tradicional.

O que tornou tudo mais interessante foi o jogo exibido na quinta-feira (03), entre Packers e Lions, com um final inacreditável. Esse era um dos assuntos do dia, além das estratégias, das campanhas de cada time… e de como o San Francisco 49ers está mal nessa temporada. Mas isso não vem muito ao caso agora.

2015-12-04 18.54.34

O troféu Vince Lombardi, visto de perto, é algo realmente muito bonito. É claro que não pude tocar no troféu, que estava protegido por um cubo de vidro e alguns seguranças muito fortes e bem treinados. Mas ao menos posso dizer (sem medo de errar), que estive mais próximo do troféu de campeão da NFL do que Tomy Romo (quarterback do Dallas Cowboys) jamais estará! (torcedores dos Cowboys, me desculpem pelo bullying, mas só falei a verdade).

Posso dizer que estive próximo de um dos troféus mais cobiçados do mundo dos esportes. Ganhar um Super Bowl é uma das coisas mais difíceis que uma equipe ou um ser humano pode alcançar. Agora, pensem no Tom Brady, que ganhou quatro vezes em seis tentativas, ao longo de 15 anos. Não é algo fácil de ser alcançado.

Aprendi a gostar desse esporte – o futebol americano – quando criança. Sentava diante da TV para assistir com o meu pai, nos tempos áureos da Bandeirantes. Eu cresci, decidi ter TV por assinatura e, desde 2000, eu assisto todas as temporadas desse esporte fantástico. Logo, jamais poderia perder a chance de registrar esse momento.

Para mim, esta é uma foto histórica.

Vídeo | Uma breve demonstração do webOS em uma Smart TV da LG

by

2014-08-06 10.02.27

Eu estive ontem (06) em São Paulo, à convite da LG do Brasil, para participar do Fórum webOS, um evento que teve como principal objetivo apresentar a plataforma nas novas Smart TVs da empresa. Por conta disso, tive a oportunidade de testar por alguns minutos o sistema, e registrei em um breve vídeo essa experiência. Nele, você vai poder conferir como o webOS foi transformado em um competente sistema para TVs inteligentes.

Hands On | LG G3 e LG G Watch (no evento de lançamento do LG G3)

by

lg-g3-foto

Na semana passada, eu estive em São Paulo (SP) à convite da LG do Brasil para o evento de lançamento do LG G3. Na oportunidade, eu consegui ter um breve contato com o smartphone, e no vídeo a seguir, você tem um hands on que resume esse contato, mostrando o dispositivo um pouco mais de perto, e com maiores detalhes.

Também tive a chance de conferir de forma breve o smartwatch LG G Watch, e no mesmo vídeo também é possível ver o produto com maiores detalhes.

 

Campos Party Brasil 2014 | Um evento que não dá sorte com o quesito energia…

by

Parece que virou uma tradição. Todos os anos, a Campus Party Brasil sofre com um “apagão”. A falta de energia se fez presente de novo hoje (28), no Parque Anhembi, em São Paulo. Mas, diferente do que você pode imaginar, a culpa dessa vez não ficou por conta do evento da Futura Networks.

Nesse ano, não tivemos uma chuva torrencial para promover uma queda de energia. Pelo contrário. São Paulo não recebe água há tempos, enfrentando o mês de janeiro mais quente da história. Segundo relatos dos presentes no evento, um transformador explodiu na região do evento, o que fez com que o fornecimento de energia em toda a região fosse interrompido, inclusive no Parque Anhembi.

Levando em consideração que os geradores reserva do local entram em ação para manter em funcionamento os serviços que são considerados essenciais, posso dizer que…

Caro amigo nerd, que passou um pouco de dor de cabeça pelo download que não foi concluído pelo apagão… a culpa não foi da Campus Party dessa vez, ok?

cp2014-apagao

Campus Party Brasil 2014 | Bruce Dickinson tem toda a razão!

by

Bruce Dickinson-cpbr2014

Eu não fui para a Campus Party Brasil 2014, por motivos de saúde. Até fui convidado pela Ford Brasil para a coletiva de imprensa deles, mas foi impossível viajar para São Paulo. Além disso, não iria participar dos demais dias do evento, por entender que seria muito mais do mesmo. Com algumas exceções. Uma delas: Bruce Dickinson, vocalista do Iron Maiden.

O líder de uma das bandas mais veneradas do heavy metal é um empreendedor. Ele tem empresas relacionadas à área de aviação, e por conta delas ele foi palestrar na Campus Party Brasil 2014. Independente do fato da palavra de ordem ser o empreendedorismo, ou por ser fã da banda, eu gostaria de ter visto a palestra desse cara. Mais ainda quando ele dispara essa frase:

Você precisa de fãs, não de consumidores. Eu não gosto de consumidores, eles têm escolhas. Os fãs, não. – É a diferença entre músicos e gravadoras. Se uma gravadora fechar, ninguém vai ficar triste, mas se uma banda decidir parar de tocar, muita gente vai ficar chateada.

Bruce tem toda a razão. Toda! O segredo do sucesso é não só você ter consumidores, mas sim, consumidores fiéis. Fazer com que o seu cliente compre a ideia do seu produto ou serviço de forma que ele não olhe para os lados antes de procurar você. Que essa pessoa não apenas goste do seu produto, que ela aprecie o mesmo. Indique para amigos, e mostre a sua admiração e fidelidade, em uma nova compra.

É inevitável não pensar na Apple quando vemos essa descrição feita por Bruce. Muito do sucesso da empresa de Steve Jobs está fortemente calcado na capacidade da empresa em fidelizar clientes, e oferecer produtos que conseguem praticamente seduzir os seus fãs. Seja contra ou a favor da Apple, mas esse é um fato que é inegável, e um efeito que todas as gigantes de tecnologia querem alcançar com seus clientes.

Aliás, acho que todo segmento de mercado dito racional quer alcançar esse efeito. Eu mesmo quero com os meus blogs.

É… e eu que achava que a Campus Party 2014 ia ser “mais do mesmo”… se bem que essa palestra tinha tudo para ser mesmo uma das melhores…

+info

Reflexões sobre a Campus Party Brasil 2013

by

Aproveito que o assunto ainda está quente para escrever esse post. Aproveito que as vozes ainda estão no meu ouvido, pois elas vão me ajudar a processar melhor as ideias. Essa foi minha quarta Campus Party Brasil de seis edições realizadas em São Paulo, e posso muito bem me colocar no papel de “observador”. E vou colocar aqui nesse post as minhas reflexões sobre a edição 2013 do evento.

Para começar, foi muito bom viajar até São Paulo mais uma vez. Eu precisava. Pela minha mente, para florescer novas ideias, reencontrar amigos, encontrar alguns leitores, fortalecer parcerias, criar novas… a Campus Paty Brasil 2013, nesse sentido, foi uma boa higiene mental, e falo isso de uma forma muito positiva. Acho que todos que moram em locais distantes, que só se comunicam pela internet a maior parte do tempo, deve fazer isso. Afinal de contas, é uma vez por ano, passa rápido, e mesmo que seja para ficar durante um final de semana, vale a pena pelo contato social.

Eu não tenho mais pique para cobrir a Campus Party durante uma semana por completo. Cheguei na quinta-feira, e vou embora no domingo. E não apenas porque quero ver o Super Bowl em alta definição, em casa. Mas porque também tenho outros compromissos relacionados ao TargetHD que me impedem que eu vá para São Paulo antes. Aliás, os blogs fizeram com que o meu tempo ficasse mais reduzido, e não tenho mais tanto tempo livre, mesmo me programando, para poder dispensar alguns trabalhos que exerço em minha cidade. E agradeço à Campus Party por isso, uma vez que os eventos anteriores ajudaram a divulgar minhas marcas na web.

Uma coisa que posso dizer de forma aberta: a Campus Party Brasil 2013 apresentou melhoras, que foram visíveis. Também apresentou problemas, o que já era esperado de um evento desse porte. Mas fico feliz que, pelo menos dessa vez, eu posso dizer que os acertos foram maiores que os erros. Exemplos? Mais espaço para os campuseiros circularem (apesar da nítida impressão que o número de campuseiros era menor), áreas para palestras com uma melhor distribuição, ÁGUA POTÁVEL (aqui eu não vou elogiar: é obrigação dos organizadores do evento fornecerem água de graça), sem quedas de energia, sem interferência das chuvas, um catering (alimentação) de boa qualidade e com opções com preço justo (exceto é claro a visita dos ratos na praça de alimentação, mas são os moradores tradicionais do Anhembi, então…), e uma conexão que, mesmo com alguns pontos sem internet, não teve quedas drásticas.

Mesmo assim… eu não acho que a Campus Party Brasil vale R$ 300,00. Mesmo com nome de porte como Norman Bushnell e Buzz Aldrin, o evento é caro demais para o que efetivamente oferece. O fato da organização argumentar que as condições melhoraram porque eles cobraram a mais não cola. É OBRIGAÇÃO dos organizadores oferecerem um bom serviço, pelo simples fato que as pessoas pagam por isso. Ok, o espaço foi maior, o conforto foi maior, a alimentação melhorou, água de graça para todo mundo… mas tinha uma propaganda gigante do Submarino na Área Expo, o stand da Intel era monstruoso, a Microsoft colocou muita grana no projeto, e a Telefônica/Vivo pois muita grana nisso daí. Isso, sem falar que eu sei de fontes seguras (porém, anônimas) que alguns expositores pagaram entre R$ 160 mil e R$ 300 mil para montarem stands no evento (cotas iniciais). Patrocinadores não faltaram. Dinheiro de espaço vendido, também não. Logo, o preço elevado não se justifica.

De qualquer forma, a Campus Party Brasil 2013 entra na lista de uma das melhores. Para mim, que veio com o objetivo de reencontrar os amigos, ver pessoas que só converso pelo Skype, e registrar algumas ideias interessantes que por lá pintaram, valeu a pena. Pretendo vir para cá em 2014 (ou talvez ir para outro estado, caso a CP resolva buscar outros ares… o que eu acho difícil, por enquanto) para repetir a experiência de ver e rever pessoas. Como disse antes, não tenho mais pique para uma semana inteira de evento. Mas isso não me impede que eu volte a visitar o evento de forma breve.

Até porque conversar com amigos ainda é mais importante que uma internet rápida nesses momentos únicos.

Mais uma Campus Party Brasil na minha vida…

by


Foto: Flickr (Mafalda Monacast)

Eu me lembro desse dia. Eu me lembro como estava ansioso durante a semana, e como eu estava nervoso nesse dia. Também me lembro que esse dia foi o ápice de uma trajetória que começou em 2008, quando comecei esse blog (que um dia estava no endereço EduardoMoreira.net). E olha que ainda acho que meus podcasts ainda são meia boca. Mas, tudo bem. Foram meia boca o suficiente para me colocar em um dos palcos da Campus Party 2011 para falar sobre podcast.

Sigo hoje para a minha quarta Campus Party Brasil. Desde 2009, estive em todas as edições (exceto no ano passado, e só não fui porque fiquei doente). Confesso que o gás para participar de uma semana de eventos não é mais o mesmo. Com 33 (quase 34) anos de idade nas costas, diabetes e alguns problemas de saúde que começam a aparecer, não dá mais para ficar uma semana dormindo em barracas com um colchão mal inflado como cama. Isso realmente vai ficar para o pessoal que tem a metade da minha idade, e que consegue virar a madrugada jogando, baixando conteúdos online e gritando “uuooooooooooo!”

Nos anos anteriores, fiz cobertura intensiva do evento. Tudo era novidade, tudo era aprendizado. Coletivas de imprensa, palestras, painéis, debates… com o passar dos anos (e com o cansaço chegando), as novidades passaram a se tornar rotinas, e os assuntos dos painéis foram sendo os mesmos, os debates pouco relevantes (alguns deles sendo mais uma forma de mostrar o quão inflado é o ego da pessoa que está falando), e tudo isso se tornou menos importante. Mesmo assim, a Campus Party Brasil tem a sua utilidade. A principal delas? Encontrar pessoas.

Uma banda larga rápida é ótimo. Se você for esperto, pode ter acervo de filmes e séries para o ano inteiro. Porém, em um local com 8 mil pessoas, você interagir via Twitter, Skype, Facebook, e nem se dar ao trabalho de tirar a bunda da cadeira para conversar com alguém? Não! Isso é muito nerd! Mesmo na última vez que eu estive por lá, o objetivo era encontrar aqueles que eu só conversava pelo Skype o ano todo, conhecer alguns que eu não conhecia pessoalmente, conviver com gente ao invés de conhecer computadores com formatos diferentes.

Networking. Nessa Campus Party Brasil 2013, quero reforçar a marca TargetHD, e estabelecer novas parcerias, contatos… expandir os negócios. E isso é melhor fazer frente a frente, olhando diretamente para o assessor de imprensa de uma marca, e dizer “meu blog é bom, é independente, e tem conteúdo”. Fazer negócios, mesmo, tal como fiz em 2011. É necessário. No caso do SpinOff, quero conhecer novos blogs de séries, conversar com fãs de séries, e bater boca com a Vana Medeiros, que é de praxe.

Mas… o mais importante da Campus Party Brasil é encontrar mais uma vez aquela rede de amigos, que conhecemos ao longo desses anos todos. Tudo bem, alguns se distanciaram por diversos motivos. Mas alguns permanecem lá. E são esses que eu quero encontrar. Confesso que fiquei em dúvida se eu iria na Campus Party desse ano, por diversos motivos. Mas devo admitir também que o desejo de reencontrar essas pessoas bateu mais forte. E ficar acompanhando tudo de longe é frustrante. Logo, é melhor ir para lá e aproveitar um pouco desse encontro.

Começo a fechar as malas para mais uma Campus Party Brasil. Pelos aspectos descritos acima, vale a pena enfrentar as horas de viagem, o sono e o cansaço. Afinal de contas, é uma vez por ano, não é mesmo?