chromecast-2015-01

A Google é bem espertinha. Lançou dois produtos com o mesmo hardware, mas com finalidades diferentes. O Chromecast 2 é a reformulação do primeiro modelo, adotando um formato mais confortável para quem tem vários dispositivos conectados na TV, e o Chromecast Audio… bem… é um Chromecast… para áudio, oras!

O objetivo da gigante de Mountain View nesse caso é oferecer uma experiência de entretenimento integrada e livre de cabos, utilizando o smartphone, tablet ou computador como “central de mídia”. A ideia de dois dispositivos baratos que oferecem essa liberdade ao usuário é muito bem vinda. Até porque as pessoas estão consumindo mais e mais conteúdos online, através desses dispositivos já citados nesse parágrafo.

chromecast-2015-02

O novo Chromecast 2 tem um formato mais ajustado para quem tem uma TV com vários dispositivos, é mais leve (ajudando na portabilidade), mais potente e principalmente mais conectado. Uma das grandes novidades do dispositivo apresentado hoje (29) pela Google é a presença de uma nova disposição de antenas para captação do sinal WiFi, o que deve reduzir as falhas do streaming de conteúdo. Sem falar no suporte para resolução Full HD (nada de 4K por enquanto).

chromecast-audio-02

Já o Chromecast Audio nada mais é do que um Chromecast 2 para o áudio. Ele tem o mesmo formato que o dispositivo que você vai conectar na TV, as mesmas especificações de hardware, mas adaptado para ser conectado em um alto-falante ou sistema de som convencional, atuando como intermediário entre esse e o dispositivo que vai reproduzir o conteúdo (smartphone, tablet ou PC).

O que é mais legal no Chromecast Audio (além do seu tamanho compacto e sua portabilidade) é a sua simplicidade. Basta conectar o produto no auto-falantes (entradas digital, analógica ou 3.5 mm), configurar o gadget no dispositivo que vai gerenciar o conteúdo, selecionar o serviço musical, dar play, e pronto. A conexão WiFi faz o resto do trabalho, com um baixo consumo de bateria e resultados melhores em relação à conectividade Bluetooth.

chromecast-audio-1

Dizer que eu quero os dois é redundante. Eu já queria o primeiro Chromecast, mas um dos motivos para não comprá-lo foi o fato de ter dispositivos demais fazendo a mesma coisa (Apple TV, Xbox 360, Xtreamer Media). Agora, como tenho mais de uma TV em casa, acho que vale a pena fazer esse investimento.

Tá, eu sei: podia ser melhor. O dólar podia não custar R$ 4. Ainda assim, acho que vale o investimento.