Drives de disquete se transformaram em relíquias, e as gerações mais novas nem sabem o que é isso. Felizmente, tem gente que mantém esse item em funcionamento, por conta de suas capacidades sonoras.

Um drive de disquete é mecânico e sempre fez barulho ao funcionar. Logo, algumas mentes criativas utilizam esses itens para criar música. O temo mostrou a evolução dessa técnica, e hoje temos sistemas como o Flopotron, com 64 drivers de disquete, 8 discos rígidos e dois scanners, permitindo a reprodução de músicas com uma capacidade surpreendente.

Uma prova do que estou falando é essa performance do clássico ‘Africa’, da banda Toto.

 

 

E, a título de comparação, deixo o vídeo original.