Como seria o Game Boy do universo alternativo? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Games » Como seria o Game Boy do universo alternativo?

Como seria o Game Boy do universo alternativo?

Compartilhe

O Game Boy da Nintendo (o original, com tela em preto e branco) é um dos consoles de videogames mais reconhecidos do mundo.

O seu design é icônico, e alguns fabricantes de videogames portáteis alternativos reproduzem esse formato em produtos do presente que são lançados nos dias de hoje.

Pois bem, alguém decidiu apresentar ao mundo como seria o Game Boy de um universo alternativo. O console portátil da Nintendo foi repaginado por alguém que usou da criatividade para realizar uma interessante releitura do produto.

E nesse post, vamos mostrar como foi essa repaginação do Game Boy para alcançar essa interessante versão alternativa de um produto simplesmente lendário.

 

 

 

O Game Boy do universo alternativo

Antes de continuar, eu peço: dona Nintendo, por favor, não tente processar o criador deste projeto.

Tudo o que ele fez aqui foi uma homenagem ao lendário console Game Boy criado pela Nintendo, e não uma tentativa de se aproveitar da imagem desse produto.

Dona Nintendo, aprenda que usar das referências de um produto para apresentar uma versão alternativa não é um crime. É uma forma de mostrar amor a um dos videogames portáteis mais importantes da história dos videogames.

Dito isso, esse Game Boy do universo alternativo foi batizado como Game Boy DMG-0B Prototype. Esse nome é uma homenagem ao nome de código e numeração do modelo original, lançada pela Nintendo na década de 1980.

O novo console de videogames alternativo é uma criação de Obirux, e é bem inspirado que o Game Boy Advance, console portátil com design horizontal e controles nas laterais da tela que chegou ao mercado em 2011.

Vale lembrar que essa proposta de design ou dispositivo de tela e controles foi apresentada primeiro pela SEGA anos antes, através do Game Gear.

Logo, a Nintendo não pode reclamar neste aspecto, porque até ela “se inspirou” (para ser muito gentil no uso da expressão) em outros produtos em algum momento de sua vida.

Para ser mais fiel ao produto original, o Game Boy DMG-0B Prototype usa duas carcaças do Game Boy (first of his name) e algum material plástico adicional para a construção do seu corpo.

Nos componentes internos, a placa original do console foi substituída por uma versão melhorada, que é compatível com uma tela verde e preto (tal e como o produto original), mas com uma melhor qualidade de imagem no contraste e na exibição de diferentes tons nos elementos.

Se o Game Boy original funcionava com pilhas AA, o Game Boy DMG-0B Prototype conta com uma bateria de íons de lítio, o que permite a recarga do console através de um carregador dedicado ou cabo de forma direta. A autonomia de uso não foi revelada.

Poucos detalhes adicionais sobre os aspectos técnicos do produto foram revelados, e não sabemos se a compatibilidade é exclusiva com os jogos do Game Boy, ou se o console pode rodar títulos de outros consoles portáteis da Nintendo.

Agora, a pergunta que pode custar US$ 1 milhão (ou mais)…

 

 

 

Quando o Game Boy DMG-0B Prototype vai chegar ao mercado?

Ao que tudo indica, nunca.

A Nintendo não vai deixar que o Game Boy DMG-0B Prototype saia do status de protótipo recreativo e de uso pessoal para o Obirux.

Por outro lado, o seu criador não revela se pretende construir outras unidades do console portátil para venda. Algo que, em teoria, ele poderia fazer pela propriedade intelectual do design e do projeto como um todo.

Mas sempre temos que lembrar que, no final das contas, o Game Boy DMG-0B Prototype utiliza vários componentes e elementos cujas patentes estão nas mãos da Nintendo (por enquanto).

E eu duvido que a Nintendo vai permitir que alguém lucre com uma versão alternativa de um produto que tem no seu nome o termo “Game Boy”.

O Obirux possui outras criações que foram comercializadas, mas com certeza este é o seu produto mais chamativo. Você pode obter maiores detalhes sobre esse projeto na página web do seu criador.

 

 

 

Se eu quero o Game Boy DMG-0B Prototype?

Eu nem vou perder o meu tempo em jogar dinheiro ou cartões de crédito na tela do meu notebook, pois eu tenho plena convicção que jamais vou ter esse produto em minhas mãos.

Mas aplaudo de pé a iniciativa do Game Boy DMG-0B Prototype. Ver a criatividade entregando novos produtos que poderiam muito bem chegar ao mercado alimenta o meu espírito geek.

Só fico preocupado com os advogados da Nintendo, que podem muito bem quere acabar com a nossa alegria de gamer nostálgico.

E espero que a Big N segure um pouco a onda dessa vez. O Game Boy DMG-0B Prototype é só uma homenagem. Ninguém está ganhando dinheiro com ele…

…por enquanto!


Compartilhe
@oEduardoMoreira