wifi-logo

Tem uma conexão WiFi em casa e/ou no trabalho se transformou em algo tão comum como necessário, mas é fato que em muitos casos as mesmas convivem com conexões cabeadas, normalmente voltadas para equipamentos que se beneficiam dessa maior estabilidade geral obtida com o cabo. Porém, apesar das conexões sem fio serem parte do nosso dia a dia, muitos usuários não conhecem todos os segredos para extrair o máximo dessa conexão.

Esse post tem como objetivo oferecer uma série de dicas que podem ajudar você a aproveitar ao máximo a sua conexão WiFi, e sem entrar em complicadas configurações.

 

1. Cuidado com o posicionamento do seu roteador

Isso pode parecer pouco importante, mas na verdade, é um dos itens mais importantes. A conexão WiFi possui um alcance limitado, e sua qualidade pode reduzir e muito quando enfrenta obstáculos. Logo, se você posiciona o roteador em uma área que precisa atravessar muitos muros, o seu alcance é reduzido drasticamente.

Se você quer uma maior cobertura possível da nossa casa ou escritório, é preciso posicionar o roteador o mais ao centro possível. Se o mesmo estiver em um local aberto ou semiaberto, os resultados serão melhores.

 

2. Use medidores de sinal

Ainda que você tenha posicionado bem o roteador, um medidor de sinal pode ser de grande ajuda para ajustar melhor o seu posicionamento, maximizando o ponto anterior. Com um aplicativo desse tipo, você tem a possibilidade de posicionar aos poucos o roteador pela casa, até encontrar a melhor posição possível para todos os cômodos.

 

3. Use repetidores WiFi para ampliar o alcance do sinal

Caso você não consiga uma recepção de sinal satisfatória em outros cômodos ou dependências (nem mesmo reposicionando o roteador), você pode recorrer a repetidores WiFi para ampliar o sinal. São soluções de uso muito fácil e bem econômicos, já que temos opções muito interessantes por R$ 100 ou menos.

 

4. Troque os canais padrão e aproveite os 5 GHz.

De um modo geral, os roteadores utilizam uma série de canais padrão, que estão bem saturados (1, 6 e 11, principalmente). Algo tão simples como trocar os canais padrão pode ser de grande ajuda.

Além disso, aproveitar a banda de 5 GHz e a maior velocidade das conexões WiFi AC também pode marcar uma diferença importante. Nossa conexão terá menos interferências e será mais rápida, mas devemos tomar cuidado com o alcance da mesma, já que tende a ser menor que na conexão WiFI N.

 

5. Faça uma um pequeno investimento na segurança da conexão

Dar uma atenção aos ajustes de segurança ajuda a manter a rede WiFi protegida, além de garantir que vamos seguir aproveitando a rede de forma plena, sem ter que conviver com a presença de usuários não desejados.