Ir ao conteúdo

Cube, ou como o Kinect da Microsoft pode ser utilizado para experiências artísticas

Compartilhe

650_1000_cube-1

Muitos projetos usam o Kinect como suporte para criações artísticas de vários tipos. Porém, raros são os projetos supervisionados pela própria Microsoft. O Cube é um desses projetos. Ele utiliza o sistema de reconhecimento de movimentos para uma interação de múltiplos usuários em um sistema virtual de dança.

O Cube permite a conexão de várias pessoas que não estão no mesmo espaço físico (mas diante do cubo com quatro Kinects – um para cada face), para projetar em tempo real a música e as imagens de acordo com os movimentos do corpo. A ideia é gerar um espaço comum virtual, onde os usuários adicionam a música e os efeitos visuais com o movimento do corpo com outras pessoas.

A sensação criada pelo cubo é bem imersiva, e as imagens são exibidas com projetores e painéis de plástico. O objetivo da Microsoft com o projeto é se posicionar na área criativa, deixando para trás a imagem de empresa voltada apenas para o corporativo, indo de encontro ao usuário mais descolado e interagindo mais com o usuário comum no mundo do entretenimento.

O Cube estreou no Decibel, festival de música eletrônica, inovação e tecnologia realizado em Seattle (EUA). Não há previsão de lançamento comercial. Veja abaixo um vídeo demonstrativo do sistema.

 

Via Microsoft


Compartilhe
Publicado emTecnologia