Dell, e a “crise dos 29” | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Aprendeação Igonorante » Dell, e a “crise dos 29”

Dell, e a “crise dos 29”

Compartilhe

Dell… ah, dona Dell…

Eu quase caí no golpe. De novo.

Na verdade, eu estou apaixonado pelo Dell XPS 13 (versão 2021) há muito tempo. Mas sempre que penso que posso perder meu rim ou entrar no SPC/SERASA por causa dele, volto a me apaixonar pelas coroas da melhor idade, que custam muito menos e dão menos trabalho.

Aliás, nenhuma coroa com quem eu me relacionei ao longo dos anos soltou pedaços dos seus corpos como o Dell Vostro 5740, doravante conhecido como “o pior notebook que usei em toda a minha vida”.

Agora, descobrir que os notebooks da Dell limitam o seu desempenho quando usam fontes genéricas de energia me dá uma felicidade tremenda…

…uma vez que cancelei nada menos que TRÊS compras de notebooks da Dell depois que descobri os problemas que esses produtos rendem aos usuários.

 

 

 

Entendendo melhor a “crise dos 29”

Descobriram que alguns notebooks da Dell limitam o seu desempenho em 29% quando detectam que estão conectados em um carregador genérico e não oficial.

Tudo bem, acho isso louvável, pois é o equipamento se prevenindo de problemas futuros no uso de acessórios paralelos. Mesmo porque o brasileiro é meio sem noção, e usa qualquer adaptador de energia com os seus gadgets, principalmente quando esse acessório (genérico) custa bem menos que o original.

Por outro lado, quem usou um notebook da Dell nos últimos anos sabe muito bem como o comportamento geral do equipamento é algo, no mínimo, questionável.

Para começo de conversa, passe longe da linha Vostro, amigo leitor. Eu não sei se a fábrica dessa linha foi construída em cima de um cemitério indígena. Fato é que a série é amaldiçoada, já que diferentes modelos com esse nome dão problemas diversos.

Por outro lado, é algo considerado anormal ver um notebook caro e potente limitando o seu desempenho mesmo quando o usuário ativa o modo de alto desempenho. Segundo o relato dos usuários, a maioria dos casos envolvendo a “crise dos 29” estão em computadores da linha Inspiron, com processadores Intel Core (e Celeron) de quarta, quinta e sexta gerações.

O problema estaria na bateria desses notebooks, seja quando elas se esgotam por completo, seja quando o usuário decide conectar uma fonte de alimentação alternativa.

De novo: em situações normais de temperatura e pressão, a Dell teria uma salva de palmas, pois está tentando evitar que o equipamento sofra com o uso de acessórios não oficiais.

O grande problema é que a Dell alega que, ao longo de todos esses anos, “é a primeira vez que ouvimos sobre isso”. Será mesmo? Não seria melhor saber do problema e ficar quieta para que os usuários acabem investindo em novos hardwares da Dell, o que seria algo muito interessante para a empresa?

 

 

 

Será que o Dell XPS 13 passa por isso?

Sinceramente? Eu espero que não. Caso contrário, seria uma aberração absurda.

O Dell XPS 13 conta com portas USB-C Thunderbolt, responsáveis (também) pela recarga de bateria do portátil. Logo, em teoria, ele é compatível com qualquer tipo de carregador compatível com a voltagem de recarga. E no mundo que vivemos hoje, faz muito mais sentido carregar na mochila um carregador rápido para trabalhar com todos os dispositivos.

Se a Dell exigir (e isso é diferente de recomendar) a recarga de forma plena apenas no carregador que é dela, é sinal que a empresa quer que o usuário fique preso aos seus produtos para obter uma melhor experiência de uso.

Então, Dell… você podia ser diferente neste aspecto. Ficar copiando o pior dos outros é algo péssimo.

E você nem é uma Apple para fazer isso.


Compartilhe
@oEduardoMoreira