Início » TV por Assinatura » DirecTV Go com Roku de graça: vai dar certo?

DirecTV Go com Roku de graça: vai dar certo?

Compartilhe

Sabe quando você olha para uma proposta e diz para você mesmo: “hummm… eu entendi a referência!”?

Pois é bem isso o que está acontecendo neste caso.

A DirecTV Go está tentando recuperar terreno no Brasil, já que a Claro está aumentando a pressão no segmento de TV por assinatura via streaming. Além disso, a plataforma não se ajudou quando decidiu aumentar o preço de sua mensalidade em R$ 10, algo que não é bem visto entre os brasileiros.

Por isso, tenta amenizar o estrago ao oferecer um Roku Express de graça para os novos assinantes que optarem pleno plano anual do serviço.

Será que vale a pena?

 

 

 

Agregando valor ao produto

 

 

Quem usa o serviço da DirecTV Go sabe que uma das dificuldades que ele oferece é encontrar um dispositivo onde ele vai funcionar bem para exibir os conteúdos na TV. Chromecast, Smart TVs, Apple TV, Mi Box S e Amazon Fire Stick são compatíveis com a plataforma, mas a qualidade final da reprodução de conteúdo pode variar, dependendo do dispositivo escolhido para a missão.

Eu mesmo tenho o Chromecast com Google TV e uma Smart TV LG Nano 81, e em ambos a experiência não foi a mais plena. Na Mi Box S, eu simplesmente desisti porque a qualidade final de imagem ficou abaixo do que eu esperava. Confesso que tenho vontade de arriscar a Amazon Fire Stick, mas tenho medo de jogar dinheiro fora.

Então, decidi apostar no Roku, e não me arrependo em nada.

Em um produto que me custou R$ 249, consegui um resultado pleno com o DirecTV Go, com um streaming que não trava de jeito nenhum e uma qualidade final de imagem surpreendentemente decente.

Por isso, considero o Roku a melhor alternativa para quem vai utilizar o DirecTV Go em uma televisão. Logo, não chega a ser nenhuma surpresa ver essa parceria. Com certeza os novos assinantes terão uma experiência de ótima qualidade com a combinação dessa proposta.

Porém, nada sai de graça neste mundo.

 

 

 

É claro que tem um ônus

O Roku é ótimo para os meus objetivos, ou seja, realizar o streaming de conteúdo na TV e nada mais. Se você quer algo além disso, ele não é recomendado, pois possui diversas limitações técnicas.

Mas vamos deixar isso de lado.

Apesar do valor agregado do Roku, os novos assinantes da DirecTV Go que querem receber esse dispositivo terão que pagar o plano anual cobrado pela operadora, que nesse momento é de R$ 699. Tudo bem, você recebe dois anos de graça do HBO (e do HBO Max por tabela) e dois meses a menos de mensalidade dos canais pagos.

Mesmo assim, a conta parece não fechar direito.

 

 

A maioria das pessoas não querem pensar em um plano anual de qualquer tipo de serviço de assinatura, e isso pode afugentar novos clientes. Por outro lado, o plano anual é uma forma de fidelizar o cliente no serviço, já que a pessoa vai ter que ficar consumindo aquele conteúdo durante um ano, uma vez que o produto já está pago.

Além disso, os mais céticos podem pagar os R$ 249 pelo Roku e optar pelo plano mensal da DirecTV Go. Dessa forma, o preço da liberdade alcançada pode ser mais vantajoso do que a prisão do plano mensal.

No final das contas, eu entendo a estratégia da DirecTV Go com essa promoção casada com o Roku. É uma boa ideia sim, quando consideramos que o dispositivo que é oferecido como “brinde” (nada sai de graça; lembra que o serviço de IPTV aumentou suas mensalidades recentemente) é um dos mais recomendados para reproduzir o seu conteúdo em uma TV.

Mas muitas pessoas podem se sentir intimidadas com a proposta do plano anual, e isso é algo que nenhuma plataforma quer lidar. Ainda mais quando existe uma concorrência tão pesada quanto a Claro, que está avançando terreno com o Claro Box TV e, principalmente, com a nova iniciativa do Top Streaming no NOW.

O tempo vai dizer se a manobra da DirecTV Go é a mais acertada. Vamos aguardar pacientemente por algumas respostas.


Compartilhe