onewheelvs

Na CES 2016, fecharam um stand de patinetes por ordem judicial. E o assunto ainda rende. A Future Motion denunciou a chinesa Changzhou por violação de patentes, o que provocou o fechamento do stand da segunda marca na feira norte-americana.

Agora, temos a informação que a Future Motion retirou o processo, sugerindo que as patentes da empresa “não tinham força” suficiente para um processo, e que na verdade eles teriam utilizado a manobra como arma apenas para eliminar um competidor.

É claro que a Changzhou não gostou nada disso, e quer uma compensação econômica pelas perdas da CES 2016. Os asiáticos pedem US$ 100 mil para cobrir os gastos do negócio e os danos que sua reputação sofreu depois que eles foram humilhados publicamente na feira (sem falar no fato que a notícia correu o mundo nos blogs e sites especializados). Além é claro das despesas judiciais desde que a denúncia foi feita.

Os representantes da Future Motion se defendem, dizendo que o caso é legítimo, mas que não contam com dinheiro suficiente para manter essa guerra de patentes. Por isso, decidiram retirar o processo.

E agora? Em quem acreditar?

Via