Elon Musk comprou o Twitter: e agora? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Internet » Elon Musk comprou o Twitter: e agora?

Elon Musk comprou o Twitter: e agora?

Compartilhe

E agora? Ferrou!

Eu queria colocar uma palavra mais forte na linha acima, mas ainda quero acreditar que este é um blog de família.

De qualquer forma, eu fui até o cinema assistir Sonic 2 – O Filme, algo que qualquer pessoa normal faz em uma segunda-feira a tarde, e quando volto, vejo que o Elon Musk comprou o Twitter por US$ 44 bilhões. E… eu não consigo dimensionar o real perigo que é um maluco como ele ter em suas mãos uma das redes sociais mais relevantes do mundo.

Eu realmente não sei o que vai acontecer agora, mas só espero que o Twitter não morra de vez. Sei que não passo tanto tempo nele quanto gostaria (porque alguém precisa ganhar dinheiro escrevendo bobagens na internet), mas confesso que fico um pouco preocupado com essa aquisição.

Mas só um pouco. Não é muito não.

 

 

 

Mudanças profundas a caminho?

Pode apostar que sim.

Apesar de imaginar que nenhuma sandice de Musk será aprovada sem o voto de acionistas ou de um conselho, podemos dar como certos o aumento da liberdade de expressão no Twitter (ou regras mais flexíveis sobre o que podemos ou não publicar na plataforma), além da chegada do botão de editar mensagens, algo que deveria existir há muito tempo.

E, sendo bem sincero para as dez pessoas que vão ler este post, estava difícil de acreditar que os acionistas do Twitter iam dizer NÃO para uma pilha de dinheiro jogada na cara deles por um sul-africano que ficou bilionário porque os pais exploraram de forma indiscriminada o marfim e a escravidão informal.

Hum… muito cedo para falar sobre isso? Bom, é melhor eu aproveitar para falar certas coisas, pois corro o risco de desagradar o menino Elon e ser expulso da rede social que, gostemos ou não, agora é dele.

Por outro lado, Musk quer dar provas que, por trás de sua carcaça corpórea alimentada a bebidas caras e drogas ilícitas, ainda bate um coração humano (e não de um porco da Índia). Ele prometeu que, ao comprar o Twitter, vai deixar o algoritmo da rede social com o seu código aberto, como uma tentativa de deixar as coisas um pouco mais transparentes.

Não sei se isso é o suficiente. Muito menos se programadores, investidores e acionistas da rede social vão gostar dessa decisão. Mas… esse é o tipo de coisa que podemos esperar do homem mais rico do mundo, e que conta hoje com mais de 83 milhões de seguidores de uma rede social que agora ele é dono.

 

 

 

RIP Twitter?

Acho que é cedo para dizer isso.

Está tudo muito recente, e realmente não sabemos qual será o destino do Twitter nas mãos de Elon Musk. Tudo o que eu realmente mais desejo (de verdade) é que ele não estrague tudo durante as suas viagens de drogado.

Nada contra as drogas. Quando bem utilizadas, resultam em Janis Joplin, Jimi Hendrix e Jim Morrison. Quando mal utilizadas, resulta em um idiota com nome de bicicleta velha defendendo a criação de um partido nazista.

Apesar de entender que Elon Musk já deu provas ao mundo que faz parte do segundo grupo de pessoas, quero acreditar que ele vai saber o que fazer com o Twitter.

Se não souber, pode ir se despedindo do microblog. Não que ele vai acabar ou fechar as portas. Mas viver em um ambiente tão desajustado pode ser algo simplesmente insuportável para qualquer pessoa que tenta manter a sua saúde mental no meio do caos.

E eu estou cansado de bater boca com maluco!


Compartilhe
@oEduardoMoreira